Política

Moisés pede a expulsão de Jessé Lopes do PSL

Governador acredita que o deputado não está apoiando como deveria.

Divulgação

A direção estadual do PSL vai se reunir hoje, meio dia, para decidir sobre o pedido do governador Carlos Moisés de expulsar do partido o deputado estadual criciumense Jessé Lopes.

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), exigiu a expulsão do deputado estadual Jessé Lopes (PSL). A decisão está nas mãos do presidente da executiva estadual, deputado federal Fabio Schiochet.

Jessé tem criticado algumas medidas tomadas pelo governador, como a elevação do ICMS para produtos da cesta básica e defensivos agrícolas.

“Eu não tô sabendo. Não tem nenhuma informação”, disse Jessé durante uma entrevista.

“Eu já ouvi boatos, mas oficialmente não me chegou nada oficial”, acrescentou.

Ele acredita que é preciso que o governador deixe o orgulho de lado e volte atrás em relação aos impostos.

A deputada estadual Ana Campagnolo (PSL) também está na mira de Moisés.

Na semana passada, o governador Moisés já havia pedido providências da executiva estadual para “enquadrar” Jessé, Ana Campagnolo e mais três deputados do partido que estavam assumindo posições críticas em relação ao seu governo.

Deputado Jesse falou na radio Som Maior: “O importante é a minha convicção. Se eu tiver que sair eu saio, eu quero estar tranquilo com a minha consciência”.

A gota d’agua para o pedido de expulsão foi o fato de Jessé Lopes ter retirado a foto de Moisés da parede, no seu gabinete, e colocado no chão, encostada em um armário, de “castigo”. Só seria recolocada na parede depois que Moisés voltasse atrás em relação aumento de impostos.

Sobre isso, o deputado Jesse afirmou, “aquilo foi uma brincadeira. Por sinal, eu sou o único deputado que tem uma foto dele (governador) no gabinete”.

Com informações do site 4oito 

Notícias Relacionadas

PSL emite nota sobre estado de saúde de Comandante Moisés

Conforme o texto, o candidato a governador foi diagnosticado com infecção aguda das vias aéreas superiores recebendo atendimento médico em casa.

Novo governo herda R$ 700 milhões de contas em atraso, diz Moisés

Governador anunciou déficit orçamentário previsto para 2019 de R$ 2,5 bilhões e medidas de economia para honrar dívida e garantir investimentos.

Governador eleito anuncia que vai vender os dois aviões oficiais do governo de SC

Estado diz que aeronaves podem valer cerca de R$ 2 milhões. Data da venda não foi confirmada.

Partido do governador eleito Moisés, PSL terá segunda maior bancada na Alesc

Apoios ainda não foram oficializados, mas maior parte dos deputados catarinenses é de partidos de centro-direita.