Geral

Moisés troca secretários, descarta lockdown e apresenta novo governo

Governador falou pela primeira vez após ser absolvido de pedido de impeachment.

Divulgação

Oficialmente no cargo de governador do Estado de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva recebeu a imprensa no final da tarde desta sexta-feira (27) para apresentar um plano do Executivo para os próximos dois anos. Por cerca de 40 minutos, falou sobre a absolvição do impeachment, apresentou novos nomes do Executivo e os planos de combate à Covid.

Em apresentação inicial, Moisés disse que “a verdade” e “a justiça” prevaleceram no julgamento do Tribunal Especial de Julgamento do Impeachment. Repetiu que não há justa causa e que será absolvido também no segundo processo.

Além disso, afirmou que não comentaria ações tomadas pela vice Daniela Reinehr e que pensa no futuro do Estado. Nos bastidores, auxiliares dizem que ele trabalhou muito durante o período de afastamento e que construiu relações com o Parlamento.

À imprensa, mostrou uma apresentação tipo power point denominada “SANTA CATARINA ESTADO DE VERDADE nova fase 2” com o que diz serem os focos da gestão a partir de agora. Entre eles, a promessa de prioridade para o planejamento ao futuro do Estado, e aceleração de investimentos.

Segundo ele, planejamento hídrico, retomada econômica e infraestrutura serão pilares do governo a partir de agora.

Para o planejamento hídrico, prometeu visitar o Oeste e anunciar investimentos em abastecimento. Alegou que muitas vezes os recursos ficam concentrados no saneamento.

Para investimentos, o foco será investimento em rodovias e ligações aos portos e aeroportos. Moisés falou mais de uma vez que o projeto é pensar o Estado daqui 15 ou 20 anos. A meta é atingir quase R$ 10 bilhões em investimentos até o final do mandato.

Novos nomes

Antes do evento, Moisés realizou uma reunião com secretários. Nela, já participaram os novos integrantes do Executivo. Eron Giordani será o secretário da Casa Civil. Giordani atuava até esta semana como chefe de gabinete do presidente da Assembleia Legislativa de SC (Alesc), deputado Julio Garcia (PSD).

Ele é uma espécie de avalista político para os próximos atos. Moisés citou que não há um parlamentar na Casa Civil, mas alguém com muito trânsito entre as bancadas.

“Diálogo. É isto que teremos na prática dentro da Alesc […] O Eron vai nos ajudar no diálogo com todas as bancadas e os 40 deputados, com diálogo franco e aproximação do Executivo com o Parlamento até porque essa sempre foi a crítica mais ácida ao nosso governo”, afirmou.

Além disso, foram apresentados outros nomes. Alisson de Bom de Souza volta à chefia da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e o jornalista Jefferson Douglas na Secretaria de Comunicação. Juliano Chiodelli retomará o cargo de secretário-adjunto da Casa Civil.

Pandemia

Para a pandemia, Moisés descartou lockdown e disse que a vacina deve ser coordenada pelo governo federal. Além disso, anunciou que se reunirá com a equipe de saúde neste sábado (28) para discutir ações de combate ao vírus e haverá conversa em breve com os prefeitos.

Moisés disse ainda que o foco será reestruturar o atendimento. “Hoje são 190 leitos desabilitados. Eles fazem falta. Se nós tivemos esses leitos ativados, teríamos só 70% de ocupação”, disse. Ele garantiu que o Estado pagará aos hospitais pelo funcionamento dos leitos para garantir o serviço.

Moisés declarou que o combate à pandemia continuará sendo regionalizado e descentralizado, com participação de outros atores. Ele conta com a conscientização dos catarinenses e a fiscalização das medidas de segurança.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Governo sanciona Lei que autoriza farmácias e drogarias a receberem denúncias de violência doméstica contra a mulher

Ao receberem a denúncia, os atendentes devem comunicar imediatamente às autoridades competentes

Governo de Lauro Müller inicia obras para revitalização em Centro de Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, no Barreiro

O novo serviço vai atender jovens e adolescentes que integram o serviço coordenado pelo Cras, dando acompanhamento em local adequado e revitalizado.

Obras de recuperação da SC-390 começam nesta terça-feira

Assinatura da ordem de serviço, com a presença do Governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira e o Secretário de Infraestrutura do Estado Paulo França, está prevista para acontecer na quarta (26), em Orleans.