Segurança

“Monstro que se dizia pai”, diz mãe de adolescente morta a facadas em Criciúma

Pai esfaqueou dois filhos e colocou fogo na casa com seis crianças dentro; menina de 13 anos morreu

Divulgação

A mãe da adolescente, que foi morta a facadas pelo próprio pai, na sexta-feira (13), em Criciúma, se manifestou nas redes sociais sobre a perda da filha. Desesperada, a mulher diz estar de “coração partido” e pede para que Deus “reserve um bom lugar para a menina no céu”.

“Você me deixou minha filha, por um monstro que dizia ser seu pai. Um bicho animal que tirou sua vida”, escreveu ela.

Segundo informações já apuradas pela Polícia Civil, a mulher havia saído da residência há alguns dias e estava morando em Laguna, também no Sul do Estado. Uma possibilidade considerada pela polícia é de que a mãe saiu por medo, já que o homem tem passagens por violência doméstica.

Desde que a mulher saiu de casa, o pai estava vivendo sozinho com as seis crianças, três meninas e três meninos. Depois de esfaquear dois deles e tentar matar os demais, colocando fogo na casa, o homem vai ser investigado por incêdio criminoso, feminicídio contra a própria filha, tentativa de homicídio qualificado contra as outras três crianças e tentativa de feminicídio contra as duas filhas.

Dos seis filhos, a menina de 13 anos foi a única que morreu. Os outros têm 12, 10, 11, 6 e 5 anos. O caso será encaminhado para a Delegacia da Mulher de Criciúma.

O crime

Um homem de 39 anos esfaqueou os próprios filhos e colocou fogo na casa em que eles estavam, por volta das 21h dessa sexta-feira (21), no bairro Meller, em Criciúma. Cinco deles conseguiram sair da residência, mas a filha de 13 anos não teve tempo e foi encontrada carbonizada próxima à cozinha.

Horas depois do crime, o suspeito foi preso em flagrante.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

São Ludgero vacina contra Covid-19 adolescentes com 13 anos

Acontece na Sala de Vacinas, localizada na ESF Margem Esquerda.

Mulheres Artesãs da Coopercocal retomam atividades presenciais

As atividades iniciaram na última semana, com capacidade reduzida, seguindo todos os protocolos de segurança.

CRAS de Orleans é invadido e tem TV, notebook, celular e caixas de som furtados

Quando chegou para trabalhar no local, servidora constatou que a janela estava aberta e que havia uma cadeira próxima a ela.

Coronavírus em SC: 70% das cidades não registram mortes por Covid em setembro

Das 295 cidades catarinenses, 204 não registraram óbitos no mês de setembro.