Geral

Montagem da 10ª Feira AgroPonte já está na reta final

Evento acontece entre os dias 03 e 07 de novembro, no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma

Divulgação

Divulgar e impulsionar a produção na agricultura e pecuária, assim como movimentar a economia na região, são algumas das motivações por trás da Feira AgroPonte que, entre os dias 03 e 07 de novembro deste ano, acontecerá no Pavilhão de Exposições José Ijair Conti, em Criciúma. O evento reúne 40 associações e cooperativas da agricultura familiar com produção alimentar, indústrias, revendas e concessionárias de máquinas, tratores, colheitadeiras, equipamentos, ferramentas, tecnologias e insumos para a produção no agronegócio, agricultura e pecuária.

A 10ª edição da feira marca o retorno dos eventos. É por isso que até mesmo a sua montagem, que se aproxima da reta final, está passando por adequações, para receber da melhor maneira os expositores e os visitantes, durante os cinco dias de evento. “Respeitando todas as medidas sanitárias, a AgroPonte está sendo montada em proporções maiores, justamente para que o público se sinta mais à vontade”, comenta o sócio proprietário da Todah Eventos, empresa responsável pelas montagens das estruturas, Antonio João Canet Schueroff.

Na última semana, 60% da parte interna do evento já estava montada e foi iniciada a montagem da parte externa, onde os visitantes contarão com aproximadamente 6 mil m² de área coberta. “Agora, já estamos nas finalizações das instalações das baias, da parte elétrica do evento e também fazendo os acabamentos necessários”, complementa Antonio.

A retomada das feiras como impulso à economia

Santa Catarina está mantendo um crescimento acima da média nacional no setor de serviços – ramo da economia que engloba as atividades de prestação de serviços e de comércio. Dados divulgados pelo IBGE demonstram uma alta de 17,1% no estado entre janeiro e julho de 2021, comparado ao mesmo período do ano anterior. Com a volta dos eventos, um dos quesitos de extrema importância é ainda, a potencialização do setor.

Além dos expositores que já estão confirmados para participar da feira, muitas atrações também acontecerão durante os cinco dias de evento. Entre elas, na AgroPonte será possível conferir:

8ª Feira Exposição de Animais;

5ª Feira Bovinos Comerciais Venda Direta;

3ª Exposição Oficial de Cavalos Crioulos;

1ª Exposição Sul Catarinense do Dorper e White Dorper.

Segundo o diretor da NossaCasa Feiras & Eventos e idealizador da AgroPonte, Willi Backes, as expectativas são grandes para esta edição. “Tudo está sendo preparado com muito carinho e cuidado, para que os visitantes possam aproveitar ao máximo esta retomada dos eventos na 10ª Feira AgroPonte”, pontua Willi.

Ingressos à venda

Foram disponibilizados aos expositores ingressos-convite, para que distribuíssem aos clientes e parceiros. Mas, as pessoas que não tiverem convite, podem adquirir os ingressos antecipadamente pelo site www.agroponte.com.br; ou durante o evento, diretamente na recepção, pelo valor de R$ 5. Além disso, crianças menores de 12 anos de idade devem estar acompanhadas de seus responsáveis e não pagam ingresso.

Horários de visitação da AgroPonte:

Quarta-feira (03/11): 16h às 22h.

Quinta-feira (04/11): 14h às 22h.

Sexta-feira (05/11): 14h às 22h.

Sábado (06/11): 10h às 22h.

Domingo (07/11): 10h às 18h.

Notícias Relacionadas

Vereadores de Lauro Müller aprovam Proposições, Requerimentos, Projetos de Lei e Projeto de Resolução

No Grande Expediente, oito vereadores aproveitaram para fazer seus pronunciamentos.

Satc Digital e Coopera firmam parceria para a aplicação do ensino corporativo

De forma gratuita, cinco cursos livres foram lançados nesta segunda-feira e estão disponíveis para a comunidade

Número de casos ativos de Covid-19 despenca em SC e índice é o menor em 17 meses

Dados mostram que o Estado vive um momento menos delicado da pandemia, e caminha para um processo de estabilização

Assistência Social de Criciúma entrega alimentos para instituições sociais no Parque das Nações

Ao todo, foram distribuídos 960 kg de carne, 1.500 kg de banana, 60 cestas básicas e 90 kits de legumes para 30 instituições