Geral

Moradores de Lauro Müller são orientados sobre novo sistema de saneamento básico

Além de levar informações sobre as obras de implantação, dúvidas sobre a taxa de esgoto também são esclarecidas

Divulgação

Em breve, Lauro Müller terá mais de 70% de todo o esgoto coletado para tratamento. A implantação da rede de esgoto na cidade favorece a saúde e higiene da população, além de preservar o meio ambiente. Para que o município tivesse a coleta foi necessário realizar diversas obras em vários bairros da cidade.

A Casan, por meio de um trabalho sócio ambiental, vem promovendo visitas domiciliares para orientar e tirar as dúvidas sobre o novo sistema. Estão sendo promovidas ações de conscientização ambiental e orientação aos moradores de cada Bairro beneficiado com a rede.

A assistente social, Marisa de Moura Dorigon explica que as visitas mostram para cada cidadão a importância da rede de esgoto na cidade. “A Lei 11.445/07 (Lei do Saneamento) obriga a implantação dos sistemas de esgoto coletivo nas cidades e também obriga o morador a se ligar na rede. O objetivo da Lei é tratar os esgotos para preservar o meio ambiente, bem como melhorar a qualidade de vida e saúde populacional”, explica.

Marisa também destaca que “a falta de saneamento básico é um problema em várias regiões do país e está relacionada com o aumento de enfermidades nesses locais. A falta de água potável, o acumulo de lixo e a destinação inadequada dos esgotos fazem com que o ambiente torne-se propício para o desenvolvimento de vetores e agentes causadores de doenças. Com objetivo de conscientizar a população, foram feitas inúmeras ações socioambientais junto à comunidade e também abordagem através de visitas domiciliares”.

Divulgação

Durante as visitas, uma das dúvidas dos moradores é sobre a taxa de esgoto. A assistente social explica como será feita a cobrança. “O valor da taxa de esgoto é equivalente ao valor que for consumido de água. Isso serve de estímulo para economizar água. Este valor da taxa é usado para manter o sistema em operacionalização, pois são gastos produtos químicos, operadores, além do valor investido para sua implantação: R$ 17 milhões. Para recuperar o valor da implantação do sistema serão necessários dez anos de arrecadação”, detalha Marisa.

As visitas também servem para avisar aos moradores em que fase está as obras, quando tem início e as orientações para os cidadãos durante a realização dos trabalhos. Marisa ainda explica como é determinado a escolha dos bairros contemplados. “A ordem de realização da obra é feita por etapas. A Estação de Tratamento de Esgoto é construída próximo do melhor ponto para lançamento e os bairros vizinhos são os primeiros contemplados. Como a obra causa transtornos e é de alto custo, não há possibilidade de implantar o sistema na cidade toda de uma vez só”, comenta.

Com as visitas, a Casan orienta e também distribui panfletos que ajudam os moradores a entender a importância do saneamento básico para Lauro Müller. Ações também são desenvolvidas em escolas do município.

Divulgação

Notícias Relacionadas

Centro de Convivência: Siderópolis terá novo espaço para receber crianças, jovens, adultos e idosos

O local receberá grupos que integram o serviço de convivência, que totalizam 326 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos.

Voos de drones, para captar informações geográficas de Lauro Müller, começam na próxima semana

Trabalho de coleta de informações é parte do Projeto de Gestão Territorial desenvolvido pela Unesc para o município.

Prefeitura de Criciúma inaugura dois novos postos de saúde e entrega obras de reforma de unidades aos moradores

Investimentos ultrapassam R$ 1,3 milhão. Primeiras entregas de melhorias estão programadas para sexta-feira (18), nos bairros Cidade Mineira Velha e São Roque

Eleições 2020: Com possibilidade de chapa pura, PDT quer oferecer opção ao eleitor de Lauro Müller

O presidente do partido, Manoel Jades Izidoro, falou com exclusividade sobre os preparativos para as eleições municipais.