Saúde

Morre primeiro catarinense transferido para o Espírito Santo

Nas redes sociais, amigos prestam homenagens aos familiares de Daniel lamentando a perda precoce do colega para a Covid-19

Divulgação

Daniel Pegoraro, de 34 anos, vinha apresentando melhora no quadro de saúde desde sua transferência na quarta-feira (03) pela aeronave Arcanjo – 02 do BOA (Batalhão de Operações Aéreas) do CBMSC (Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina).

Em Chapecó, Daniel estava internado em um leito improvisado na UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Junto com ele, ao seu lado, estava a mãe, Margarida Zorzi Pegoraro, de 70 anos, que também foi diagnosticada com coronavírus.

Os sintomas da doença começaram em Daniel no sábado, 20 de fevereiro. Segundo a esposa, ele sentia muitas dores nas costas e tosse, por isso procurou o Ambulatório de Campanha instalado ao lado da Arena Condá, no Centro. O diagnóstico do exame foi positivo e a evolução da doença foi rápida.

Nas redes sociais, amigos prestam homenagens aos familiares de Daniel lamentando a perda precoce do colega para a Covid-19. Daniel deixa a esposa e uma filha de 5 anos.

Com informações do NDMais

Notícias Relacionadas

Ministério da Saúde recebe mais 2 milhões de doses da Pfizer

Imunizante chegou hoje no Aeroporto de Viracopos

Casal capota veículo na Via Rápida e é encaminhado ao hospital em Içara

Trânsito no local ficou lento durante atendimento aos envolvidos

Mestrado em Engenharia Metalúrgica conecta estudos com a indústria

Período de inscrições para nova turma está aberto na UniSatc

Carro colide em poste e deixa condutora em estado grave, em Jaguaruna

Acidente aconteceu na manhã deste domingo, em Arroio Corrente