Geral

Morro da Fumaça completa 58 anos em constante crescimento

Aniversário do município é festejado nesta quarta-feira, 20 de maio.

Divulgação

Com uma economia diversificada e em constante crescimento, Morro da Fumaça completa 58 anos de emancipação político-administrativa nesta quarta-feira, 20. A cidade tornou independente de Urussanga no dia 20 de maio de 1962 e hoje celebra o seu desenvolvimento.

O prefeito Noi Coral destaca o orgulho em fazer parte da história do município. “Vivemos um momento ímpar em Morro da Fumaça. Um momento que percebemos o seu amplo desenvolvimento, se tornando uma das cidades mais prósperas da região. Possuímos ainda uma população que contribui e se preocupa com a cidade, sempre contribuindo com ações que beneficiam o desenvolvimento”, enfatiza.

Os números na geração de emprego têm sido positivas, mas devem melhorar ainda mais a partir de agora, já que o Governo Municipal trabalha na instalação da primeira área industrial pública. “A economia fumacense que tem raízes na exploração da fluorita e na cerâmica vermelha ficou bastante diversificada com o passar dos anos. Temos um povo empreendedor, dedicado que não mede esforços em ver o bem do município”, enfatiza o vice-prefeito, Eduardo Sartor Guollo.

As ações constantes em toda cidade também contribuem para este crescimento. “O Governo Municipal realiza uma gestão técnica, focada no melhor para Morro da Fumaça. São obras, ações em todos os bairros que favorecem milhares de moradores”, completa Guollo.

Devido à pandemia do coronavírus, neste ano não ocorrerá a tradicional Maggiofest, mas a data não passa em branco. “Esta é uma época de desafios, um período em que enfrentamos uma pandemia, algo nunca enfrentado antes, mas que, com a força de cada fumacense, será vencida e sairemos mais fortes do que quando entramos. Mesmo que não tenhamos festa, o sentimento é de alegria e agradecimento”, salienta Coral.

História de Morro da Fumaça

As primeiras famílias chegaram em 1900, vindos da Bielo-Rússia se instalaram construindo casas e igrejas e vivendo praticamente da criação de porcos. Alguns anos depois, em 1910, estes primeiros habitantes partem para outras localidades onde poderiam conviver com russos e vendem suas terras para italianos provenientes das comunidades de Rio Cocal, Rio América, Rio Carvão e Rio Galo.

Duas hipóteses procuram explicar a origem do nome do Município. A primeira, conta que em uma colina, onde era feito o embarque de carvão proveniente de Criciúma, havia uma extensa área alagadiça que criava densa neblina ao amanhecer, cobrindo todo o morro. Já a segunda versão diz que carreteiros, que levavam uma série de produtos para o porto de Laguna, acendiam fogueiras em cima de um morro para passar a noite, e a fumaça podia ser vista a quilômetros de distância.

Morro da Fumaça tornou-se distrito de Urussanga através do decreto nº 106 de 23/04/1931, instituído pelo Interventor Federal do governo de Getúlio Vargas. Já sua transformação em Município operou-se em 1962, pela lei estadual nº 816. Além do distrito sede, os fumacenses contam com o distrito de Estação Cocal, por onde passava a antiga estrada de ferro e que completou 116 anos de colonização neste dia 19 de maio.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Morro da Fumaça

Notícias Relacionadas

Feirão Roluza sorteia 11 vale compras em comemoração ao aniversário da loja

A loja está repleta de novidades para atender o movimento de fim do ano, com reposição semanal. Quem comprar na Roluza concorrerá a um carro 0 km.

Grupo RB recepciona clientes durante evento em comemoração ao 5º aniversário

No mês de aniversário do ECA, Conselho Tutelar de Lauro Müller faz resumo da história e ações no município

Para lembrar e celebrar o aniversário do ECA, o Conselho Tutelar de Lauro Müller montou um histórico das ações realizadas desde 1994, ano de criação do órgão no município.

VÍDEO: Espetáculo “Marley In Camerata” será apresentado no aniversário de Criciúma

O espetáculo gratuito será na Praça Nereu Ramos, no centro da cidade, a partir das 10h30min do sábado (03).