Trânsito

Morro da Fumaça é integrado ao Sistema Nacional de Trânsito

O município, inclusive, já recebeu a certificação do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) e a portaria nacional já foi publicada.

Divulgação

Morro da Fumaça passou a integrar, a partir de setembro, o Sistema Nacional de Trânsito. O município, inclusive, já recebeu a certificação do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran) e a portaria nacional já foi publicada. “Com estas certificações o Município está apto a exercer as competências do artigo 24 do Código de Trânsito Brasileiro, podendo fazer a fiscalização, o planejamento, prestar orientações, entre outras atividades”, destaca o diretor do Departamento Municipal de Trânsito (Demutran), Willian Bruning.

O diretor ainda salienta que agora o Município começa a tratar sobre os novos convênios com, por exemplo, o Estado, a Polícia Militar, o Detran, entre outros. O prefeito Noi Coral destaca a importância da certificação e do ingresso no Sistema Nacional de Trânsito. “Isto mostra que o Departamento de Trânsito está bem organizado e é um reconhecimento pelo trabalho desempenhado. Esta certificação trará muitos benefícios à Morro da Fumaça”, comenta.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Morro da Fumaça 

Notícias Relacionadas

Serra do Corvo Branco é liberada após caminhão bloquear trânsito

O motorista aguardava socorro desde às 2 horas, quando somente por volta de 16h30min, a carga foi transferida para outro caminhão.

Escola Polo de Surdos é a inclusão e a evolução do ensino para os alunos em Criciúma

Unidade atende os 17 estudantes surdos da rede municipal. Os alunos ficam em tempo integral, com aulas de Libras e Língua Portuguesa no contraturno escolar.

Assinado decreto que regulamenta o trânsito de veículos na Orla do Município de Balneário Rincão

O decreto permite a circulação e o estacionamento de veículos automotores em espaço determinado na orla marítima do município durante a safra da tainha.

Com corte de árvores, trânsito terá alterações na SC-390, em Lauro Müller

Trabalhos de supressão vegetal, para futura pista de caminhada, vai redimensionar fluxo de veículos para ruas do Centro, com mudanças definidas pela sinalização provisória.