Geral

Morro da Fumaça passa dos 100 casos de coronavírus

Destes, 70 estão curados e 29 em tratamento. Além disso, o município registra dois óbitos em decorrência da Covid-19.

Divulgação

Morro da Fumaça chegou aos 101 casos de coronavírus nesta sexta-feira, 17. Destes, 70 estão curados e 29 em tratamento. Além disso, o município registra dois óbitos em decorrência da Covid-19.

Devido ao crescimento dos casos e alta ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), na região, o Município reforça a importância em manter todos os cuidados na busca por diminuir a disseminação do vírus. “Nas últimas semanas o índice de contaminação pelo novo coronavírus aumentou muito em nossa região. Em nosso município não foi diferente. Houve um relaxamento de toda a população e com isso os leitos de UTI estão com alta ocupação. Sabemos que a economia não pode parar, por isso precisamos da colaboração de todos os fumacenses. Pedimos que continuem com os cuidados necessários”, fala o prefeito Noi Coral, reforçando o pedido junto à população. “Quem puder fique em casa, e quem precisa sair para trabalhar, sigam as recomendações. Senão em poucas semanas, pela falta de leitos de UTI, os hospitais terão que escolher quem vai morrer e quem vai viver”, diz.

Em caso de sintomas ou se souber de pessoas suspeitas de estar com Covid-19, entre em contato pelos telefones: 3434-5435 ou 99119-3744.

O vice-prefeito, Eduardo Sartor Guollo também reforça a importância das pessoas seguirem as medidas. “Estas atitudes são fundamentais no combate à proliferação do vírus. A nossa curva continua crescendo e não é o momento de recuar ou diminuir os cuidados”, relata.

Recentemente, o prefeito Noi Coral assinou o Decreto nº 109/2020 que estipula novas regras para combate à pandemia. Entre elas, a multa para quem for flagrado sem máscara em espaços públicos e privados acessíveis ao público, em vias públicas, em transporte público, em transporte por aplicativo, táxis e em veículos utilizados para fretamento de pessoas. O valor da multa é de 50 UFM, ou seja R$ 171.

A máscara pode ser feita em casa e para ser eficiente, fala a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, Kellen Vieira, comenta o item precisa seguir algumas especificações. “A máscara precisa ter duas camadas de pano e é de uso individual. Elas podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tecidos, desde que desenhadas e higienizadas corretamente. É importante que a máscara seja feita nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e que estejam bem ajustadas ao rosto, sem deixar espaços nas laterais”, explica.

Morro da Fumaça também segue com o Centro de Triagem em funcionamento no Salão Paroquial da Igreja Matriz São Roque, na Rua 20 de Maio.

Notícias Relacionadas

Santa Catarina registra dois novos casos de coronavírus e divulga plano de contingência para enfrentar a doença

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.

Medidas restritivas serão adotadas para conter avanço de coronavírus em Jacinto Machado

Um novo decreto será publicado nesta sexta-feira, 17, com vigência a partir de segunda-feira, 20, obrigando o uso de máscaras e determinando restrições as atividades econômicas como medidas de enfrentamento da pandemia.