Segurança

Morte de morador de rua em dia de frio intenso será investigada em SC

Ministério Público e Polícia Civil aguardam laudo com a causa da morte de Agnaldo Rosa, de 47 anos

Divulgação

A morte de um morador de rua em um dos dias mais frios deste ano em Navegantes, no Litoral Norte de Santa Catarina, será apurada pelo Ministério Público. O promotor Gláucio José Souza Alberton quer saber se o óbito do homem de 47 anos ocorreu por falta de assistência do serviço social da prefeitura diante das baixas temperaturas.

Agnaldo Rosa morreu na quarta-feira (18), por volta das 20h. Ele estava deitado numa calçada na Rua João Emílio, no Centro, quando um colega percebeu que o homem não se mexia. A vítima estava enrolada em um cobertor e não tinha marcas aparentes de violência, de acordo com a Polícia Militar, que esteve no local.

Como se tratava de um dia de frio intenso em todo o Estado se levantou a hipótese de que a morte tenha relação com o frio. A Polícia Civil informou na tarde desta sexta (20) que ainda aguarda o laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontando o que, de fato, provocou o óbito do morador de rua.

A polícia só abrirá inquérito se houver indícios de assassinato. Caso contrário, cabe ao Ministério Público cobrar da prefeitura uma posição.

O homem faleceu perto da prefeitura de Navegantes. O município não oferece abrigo permanente a moradores de ruas e por isso o promotor do MP quer saber se governo foi omisso no atendimento a Agnaldo, levando à morte dele. Outras cidades da região, como Gaspar, chegaram a abrir espaços para receber os moradores de ruas por causa do frio.

O secretário de Assistência Social de Navegantes, Aldo Decker, informou não acreditar que a morte tenha relação com as baixas temperaturas. Ele contou à reportagem que a prefeitura fazia acompanhamento da vítima e no dia anterior ao óbito entregou roupas e cobertores ao morador de rua.

Ainda segundo Decker, Agnaldo tinha problemas de saúde e sofria com o alcoolismo.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Rua rachada em SC corre risco de desabar e famílias são orientadas a deixar casas, diz prefeitura

Análise de um geólogo atestou que a rua, em São Bento do Sul, possui "alto risco para desmoronamento".

Mais caro que gasolina: óleo diesel é encontrado a mais de R$ 8 em duas cidades de SC

Pesquisa da ANP avaliou valores entre os dias 19 e 25 de junho e mostra cidades de Santa Catarina com óleo diesel a mais de R$ 8

Produtores de Soja recebem prêmio do Grupo Olim

Prêmio Produtividade de Soja Safra 2021/2022 foi entregue nesta quinta-feira (23)

Criança leva 40 picadas de abelhas no pátio de escola em SC

Segundo os bombeiros, três alunos precisaram de atendimento médico devido aos ferimentos causados pelos insetos