Geral

Mortes por afogamento caem 24% em Santa Catarina neste verão

Foram registradas 22 ocorrências entre os dias 18 e 31 de janeiro deste ano, durante Operação Veraneio; maioria das vítimas é homem

Divulgação

Santa Catarina registrou diminuição de 24,14% de mortes por afogamento em relação ao mesmo período do ano passado. O índice avalia os dados de 18 a 31 de janeiro, quando iniciou a alta temporada da Operação Veraneio, conforme boletim de Corpo de Bombeiros divulgado nesta terça-feira (2).

A maioria das vítimas é homem, totalizando 19 das 22 ocorrências registradas nesse período. A média de idade é de 32 anos. Segundo os bombeiros, foram 13 afogamentos em água doce e nove em água salgada.

Confira as dicas elaboradas para evitar afogamentos nas praias segundo o Corpo de Bombeiros:

  • Ao chegar na praia procure ficar o mais próximo de um posto de Guarda-Vidas;
  • observe a bandeira do posto, sendo que: bandeira vermelha indica “alto risco”, bandeira amarela “médio risco” e bandeira verde “baixo risco”;
  • bandeira lilás indica a presença de “águas-vivas”;
  • observe também a bandeira na faixa de areia, sendo que a bandeira vermelha indica “local perigoso”, ou seja, naquele local existe um risco diferenciado (buracos, corrente de retorno, entre outros perigos);
  • ao entrar na água a referência que deve-se ter é: “água no umbigo é sinal de perigo”, pois uma pequena onda poderá fazer você perder o equilíbrio;
  • se você se encontrar em uma corrente de retorno, mantenha a calma e nade paralelo a praia. Nadar contra a correnteza somente fará com que você perca a força e fique cansado;
  • se você for entrar na água tenha alguém te observando, sempre que possível. Por mais que saiba nadar, você pode ser acometido de um mal estar ou mal súbito, podendo se afogar;
  • não ande nos costões, você pode escorregar e cair no mar;
  • se você ingeriu bebida alcoólica ou fez uma refeição recentemente, não entre na água;
  • se estiver com criança, ou pessoas com alguma vulnerabilidade, peça pulseirinhas de identificação nos postos de Guarda-Vidas;
  • se você presenciar um afogamento chame os Guarda-Vidas; ligue 193; lance algum objeto flutuante para a vítima e jamais tente nadar para salvá-la!

Com informações do NDMais

Notícias Relacionadas

Moisés sabia da compra e não foi inocentado pelo STJ, dizem denunciantes

Tal sustentação é necessária para mostrar que Moisés incorreu em crime ao praticar comissão por omissão no caso.

O amor materno é o alicerce da vida: uma homenagem da Windcard neste Dia das Mães

A Windcard se consagra como pioneira na região ao ofertar serviços que beneficiam tanto comércios quanto consumidores por meio de plataforma on-line.

Covid-19: A maioria das mortes em São Ludgero foram do sexo masculino

Vereador de Içara protocola projeto para instalação de câmeras de segurança e portões eletrônicos nas escolas

Segundo Polakinho a proposta é reforçada em virtude do ataque com cinco vítimas fatais, em uma escola infantil, ocorrido na manhã da última terça-feira, na cidade de Saudades, no Oeste catarinense.