Segurança

Motorista de 42 anos é baleado durante tiroteio em Tubarão

Nesse momento, ela conta que observou um veículo vindo em direção ao seu, com os faróis altos, e logo ouviu muito barulho.

Carro da polícia viatura giroflex foto noturna noite

Foto: Divulgação

Um homem de 42 anos foi baleado na cabeça na noite de sábado. O crime aconteceu no bairro Recife, em Tubarão. De acordo com a Polícia Militar, o motorista estava com o carro estacionado quando outro veículo se aproximou e deu início à série de disparos. Um dos tiros acabou atingindo a vítima.

Ainda conforme a polícia, diante do relato da esposa da vítima, ambos estavam no veículo Jeep/Renegade. O casal havia acabado de sair do supermercado, por volta das 21h, e durante o trajeto parou o carro na lateral da rua. Nesse momento, ela conta que observou um veículo vindo em direção ao seu, com os faróis altos, e logo ouviu muito barulho.

Para a esposa da vítima, o barulho, segundo relatou para a PM, parecia de fogos de artifício. Mas, instantes depois, ao olhar para o lado, viu seu marido com o rosto sangrando, e percebeu que ele havia sido alvejado. Com a ajuda de uma terceira pessoa, colocou o marido no banco do caroneiro, ligou para a polícia e o encaminhou ao hospital.

No trajeto, encontrou a viatura da PM, que auxiliou no transporte até o Hospital Nossa Senhora da Conceição – HNSC, em Tubarão. O homem, segundo a polícia, foi atingido com um tiro na região da têmpora, na cabeça, e teve perda de massa encefálica.

No local onde os disparos foram efetuados, a guarnição da PM, juntamente com a Polícia Civil, encontrou seis cápsulas de munição calibre 380 e dois projéteis. Conforme a PM, isso indica que ocorreram diversos disparos, e que mais tiros podem ter sido efetuados, mas as cápsulas não foram encontradas. O estado de saúde do homem, após o atendimento, não foi informado.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Notícias Relacionadas

Filha de vítima de latrocínio será indenizada em R$ 300 mil pelo autor do crime em Santa Rosa do Sul

O crime ocorreu em março de 2013, na cidade de Santa Rosa do Sul, e o acusado foi condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado.

Vigário paroquial de Capivari de Baixo, padre Hilário Puziski, morre aos 79 anos

Jovem aceita carona e é assaltado no Balneário Campo Bom

Segundo depoimento à Polícia Militar, a vítima afirmou que fez amizade com o acusado e aceitou a carona oferecida para se dirigir até a sua casa.

Fábrica de cervejas é alvo de criminosos em Lauro Müller

A porta do escritório foi arrombada e o cofre retirado do local, além de terem furtado um notebook. Ninguém foi preso e a Polícia Civil investigará o caso.