Trânsito

Motorista que matou idoso em racha na Beira-Mar vai continuar preso em Florianópolis

Ele já havia sido preso em flagrante e seguirá em prisão preventiva

Divulgação

O servidor público de 40 anos que participava de um racha e matou um idoso, ao bater contra outro carro, seguirá preso em Florianópolis. A decisão foi tomada em audiência de custódia que ocorreu na tarde desta sexta-feira (20).

A decisão foi tomada por volta das 14h pelo juiz Monani Menine Pereira, da Vara do Tribunal do Júri da comarca da Capital, que converteu a prisão em flagrante para preventiva.

Conforme a Polícia Militar, durante a competição, ele teria colidido com automóvel que estava parado no sinal. O acidente ocorreu por volta das 23h, na região próxima ao elevado do CIC. Os dois ocupantes do veículo atingido foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros Militar e levados ao hospital. O motorista, empresário Maurício Lisboa, de 72 anos, morreu. A passageira foi levada com ferimentos graves ao hospital.

Não foram divulgadas informações sobre velório e sepultamento do empresário.

Um vídeo de uma câmera de segurança registrou o momento do acidente. Nas imagens, é possível ver dois carros passando em alta velocidade. O terceiro, que colidiu com o veículo da vítima, aparece segundos depois.

Em nota, a defesa do servidor público lamentou o “fatídico acidente”, negou que o motorista estivesse participando de um racha e disse que o acidente atingiu “em maior ou menor grau, todos os envolvidos”.

Veja a nota na íntegra

“A defesa técnica do motorista envolvido no fatídico acidente, capitaneada pelos Drs. Mathaus Agacci e Anderson Almeida, da banca Agacci & Almeida Advocacia Criminal, informa que o motorista lamenta profundamente o ocorrido e repudia qualquer alegação de ter participado de qualquer espécie de corrida/competição popularmente classificada como ‘racha’. Com efeito e conforme restará sobejamente demonstrado, o lamentável episódio foi um infeliz acidente de trânsito, cujas consequências atingiram, em maior ou menor grau, todos os envolvidos. Registre-se, por fim, que o motorista está absolutamente disposto a prestar toda e qualquer assistência aos demais envolvidos no fatídico acidente, bem assim aos seus familiares”.

Motorista teria feito modificações no carro para aumentar a velocidade

O veículo do motorista preso passará por perícia para apontar a velocidade em que estava no momento da colisão. Conforme a Polícia Civil, o carro sofreu modificações para aumentar a velocidade.

Segundo o delegado Rodolfo Cabral, chefe da Central de Plantão Policial (CPP), ele tinha alterações no freio e no escapamento. O caso ficará a cargo da 5ª Delegacia de Polícia da Capital.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ciclista é atropelado por motorista em fuga que transportava 211 kg de droga em SC

Segundo informações da PRF, o motorista foi preso; o caso aconteceu em Joinville, no Norte do estado

SC tem mínima abaixo de -3ºC e geada no 1º dia de julho

Em Bom Jardim da Serra, às 6h os termômetros marcaram -3,41ºC. Em São Joaquim, a míníma foi de -3,2ºC na localidade do Vale do Caminhos da Neve.

Adolescente de 16 anos é apreendido com maconha em Tubarão

O jovem estava em atitude suspeita e a Polícia Militar tentou uma abordagem, mas o adolescente fugiu; após isso, a PM conseguiu capturá-lo

Susto! Tripulantes de barco à deriva são resgatados próximo ao Camacho

O motor do barco sofreu uma pane mecânica; três tripulantes estavam no veículo marítimo