Trânsito

Motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro após atropelar 4 e matar 2 peregrinos em São Martinho, diz polícia

A Polícia Militar Rodoviária encontrou dentro da picape uma garrafa de vinho e outras de cerveja quebradas.

Foto: Divulgação

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) informou na manhã deste sábado (20) que o motorista que atropelou quatro peregrinos e matou dois, se negou a fazer o teste do bafômetro. As vítimas foram atingidas na madrugada de sexta-feira (19), quando caminhavam em direção ao Santuário de Santa Albertina, no km 86 da SC-435, em São Martinho.

A PMRv também afirmou que encontrou uma garrafa de vinho e outras de cerveja quebradas dentro da picape Triton. O condutor de 38 anos foi encaminhado com suspeita de fratura no fêmur para o Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte.

“Como não pode ser conduzido à DPCO [Delegacia de Polícia da Comarca] por conta dos ferimentos, o boletim de ocorrência da PMRv, servirá de notícia crime para instauração do competente Inquérito Policial, que vai apurar a questão do homicídio e da embriaguez”, disse em nota a polícia.

Segundo a polícia, as vítimas foram atingidas por volta das 3h30min, sendo que dois homens, de 30 e 40 anos, não resistiram aos ferimentos e morreram no local e outras duas mulheres de 24 e 32 anos sofreram ferimentos leves. Após o atropelamento, o motorista perdeu o controle da direção e bateu contra uma árvore.

O delegado responsável pelo caso, André Crisóstomo, confirmou nesta manhã à NSC TV que o motorista se negou a fazer o exame. Mas, ele também afirmou que a médica que atendeu o motorista no hospital, confirmou que ele não apresentava sinais de embriaguez.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a próxima etapa da investigação, é a perícia que vai ser feita já nos próximos dias, para apontar a velocidade que o condutor estava no momento do atropelamento.

Vítimas

Jean Carlos Savi Mondo e Josemar de Bona eram cunhados e morreram no local do acidente. O velório dos dois ocorreu em São Ludgero, cidade vizinha de São Martinho, na comunidade de Serrinha.

O corpo de Jean foi sepultado no cemitério da capela Santa Terezinha, em Tubarão, e de Josemar no cemitério de São Ludgero.

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

Motorista que passeava por Garopaba com CNH falsa é condenado a 3,6 anos de reclusão

O documento tinha a foto dele, mas o nome era de outra pessoa. Na delegacia, os policiais descobriram a verdadeira identidade do réu e constataram que havia contra ele um mandado de prisão em aberto, por roubo tentado.

Polícia prende em SC quadrilha que fazia documentos falsos para foragidos da Justiça

Com novas identidades, criminosos conseguiam viver normalmente em Sombrio.

Familiares de homem morto por motorista de empresa embriagado serão indenizados em Laguna

O homem trafegava de bicicleta pela Estrada Geral do Farol de Santa Marta quando foi atropelado por um caminhão-baú de propriedade da companhia.

Jovem embriagado bate carro e dirige por 3 km com pneus estourados em Urussanga

Motorista de 19 anos colidiu antes em barranco na SC-445. Segundo a PMRv, ele tinha saído de uma festa onde passou a madrugada, momentos antes do acidente.