Trânsito

Movimento intenso em rodovias e praias de SC marcam feriadão

Volta para casa tem movimento intenso de veículos nas principais rodovias do Estado; não faltaram flagrantes de aglomeração nas praias durante o feriado

Divulgação

A volta para casa do feriadão do Dia de Nossa Senhora Aparecida causou filas nas principais rodovias do Estado. O sentido Norte da BR-101 está sendo um dos mais afetados nesta segunda-feira (12), com lentidão em Garuva, Barra Velha, Itajaí, Navegantes, Balneário Camboriú, Porto Belo, Itapema, Palhoça e São José.

Em Biguaçu também houve lentidão, entre os quilômetros 190 e 192, no começo da tarde desta segunda (12). As informações são da Arteris Litoral Sul, concessionária das rodovias.

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), no sentido oeste da BR-282, no quilômetro 44, em Águas Mornas, também teve fluxo intenso na manhã do feriado. No sentido sul, em Laguna e Tubarão também houve lentidão no trânsito.

Divulgação

A PRF esteve nas rodovias com a operação Nossa Senhora Aparecida, que iniciou na sexta-feira (9) e termina nesta segunda. Duas mortes foram registradas no feriadão, ambas ainda na sexta.

Já na tarde desta segunda, segundo informações da PRF, o movimento ficou mais tranquilo nos trechos da BR-101 que cortam os municípios de Biguaçu e Palhoça. Na última, há um aumento no fluxo de veículos no sentido Sul da rodovia.

Em Florianópolis, na SC-401, rodovia que leva às praias do Norte da Ilha de Santa Catarina, o trânsito flui normalmente. A empresa que presta o serviço de revitalização da rodovia diminuiu o número de obras durante o feriado, o que ajudou na fluidez do trânsito.

O final da tarde e início da noite de segunda deve ter o maior movimento nas estradas, devido à volta para casa de quem decidiu aproveitar o feriadão no litoral catarinense. A orientação da PRF é que o retorno aconteça o mais cedo possível, com o respeito às normas de trânsito.

Aglomeração e desrespeito às regras sanitárias

Com o clima quente do feriadão, muita gente decidiu curtir as praias catarinenses. Não faltaram flagrantes de desrespeito às regras sanitárias.

Na Praia do Rosa, em Imbituba, no Sul do Estado, grande parte dos estabelecimentos teve aglomerações, inclusive com pessoas sem máscaras, durante a sexta-feira (9) e a madrugada de sábado (10).

A prefeitura de Imbituba soltou uma nota, explicando que esteve com 25 fiscais na Praia do Rosa, mas que “o número de pessoas envolvidas na operação é insuficiente para evitar as aglomerações”.

Em Florianópolis, a Guarda Municipal registrou 15 ocorrências de infração de medidas sanitárias entre sexta-feira (9) e a manhã de domingo (11). A maioria delas aconteceu nas praias de Canasvieiras e Jurerê, ambas no Norte da Ilha.

Na Capital, a prática individual de esportes e atividades físicas nas praias é permitida, desde que se mantenha o distanciamento social mínimo de 1,5 metro de distância e o uso obrigatório de máscara.

Divulgação

Em Itajaí, a Praia Brava também lotou no domingo (11). A região está com nível grave (laranja) de contágio de Covid-19, mas isso não impediu os banhistas de ficarem na faixa de areia, mesmo que seja proibido. A Guarda Municipal focou as ações na fiscalização de trânsito, porque, segundo João Pedro Machado Pereira, guarda e assessor da GMI, é “impossível controlar” as aglomerações.

No mar, a Marinha do Brasil e a Polícia Militar fazem a fiscalização das lanchas em Balneário Camboriú. Além da fiscalização das aglomerações nas embarcações, a ação busca ainda a prevenção contra o uso de drogas.

Informações do ND Mais

Notícias Relacionadas

Balneabilidade tem leve melhora e 67% dos pontos analisados estão próprios para banho no litoral de SC

Na capital, 61 dos 85 locais são recomendados aos banhistas. No restante do estado, 93 dos 144 pontos analisados estão apropriados.

MEC discute novas formas de avaliar ensino superior

Indicadores foram divulgados hoje pelo Inep

TSE: extratos bancários de partidos serão publicados na internet

Decisão foi motivada por pedido protocolado pela Transparência Brasil

Qualidade na gestão pública: Santa Catarina ocupa 2ª posição em ranking do Tesouro Nacional

Na publicação de 2019, com base nos dados de 2018, Santa Catarina ocupava a 7ª posição.