Segurança

Mulher agredida com corrente se esconde em comércio para pedir ajuda em SC

Jovem de 22 anos seria ao menos a quarta vítima do homem, que já tem outros três registros de lesão corporal em 2018, 2019 e 2020

Foto: Divulgação

Uma mulher de 22 anos decidiu tomar uma medida drástica para se salvar e fugir das agressões do próprio namorado, em Balneário Camboriú. O casal teria ido até uma Unidade de Pronto Atendimento e, enquanto o parceiro recebia cuidados médicos, a jovem resolveu ir até um estabelecimento comercial da região para se esconder e pedir ajuda. A vítima, além de ter sido machucada com tapas e uma espátula de cozinha, também teria sido agredida com uma corrente usada para prender em coleira de cachorro.

O homem de 30 anos foi preso em flagrante por lesão corporal leve dolosa no âmbito da Lei Maria da Penha.

A situação ocorreu no fim da tarde desta terça-feira (5), por volta das 17h. A Polícia Militar foi acionada para atender a mulher no estabelecimento ao lado da UPA do bairro Nações, onde a jovem estaria pedindo socorro.

Quando a PM chegou ao local, a mulher foi encontrada escondida dentro de uma sala com tecidos por temer que o namorado a visse ali. Ela contou que havia sido agredida com uma espátula de cozinha na cabeça e que também estava com a orelha machucada por ter recebido tapas do companheiro.

A jovem ainda relatou que só conseguiu fugir do rapaz porque ele acabou ferindo a própria mão durante as agressões e, por isso, os dois tiveram de ir até uma Unidade de Pronto Atendimento. O homem ainda teria pedido que a namorada aguardasse no carro enquanto ele recebia cuidados médicos.

A mulher, então, conseguiu fugir e correu para um estabelecimento comercial. De acordo com ela, o relacionamento iniciou há quatro meses e, desde dezembro, ela vem sendo agredida pelo companheiro. Em determinadas situações, o homem já teria, inclusive, trancado a jovem dentro do apartamento e a machucado com uma corrente de coleira para cachorros.

A vítima foi, então, levada para a UPA, já que apresentava ferimentos na orelha, boca e cabeça, além de uma lesão na perna esquerda ocasionada por um golpe de corrente.

A Polícia Militar também localizou o companheiro na unidade e verificou que ele já possui diversos registros de lesão corporal contra outras três mulheres, sendo a jovem de 22 anos a quarta vítima de violência pelas mãos dele.

O homem ainda possuía três prisões em flagrante por este tipo de crime, datadas de 2018, 2019 e 2020. Ele foi preso em flagrante nesta segunda-feira e encaminhado para os procedimentos cabíveis.

Com informações do NSC Total

Notícias Relacionadas

Homens invadem casa, amarram família e agridem morador em Balneário Rincão

Os criminosos levaram dinheiro, celulares, um carro e uma motocicleta.

Concursos em SC: 16 editais encerram inscrições esta semana; salários chegam a R$ 22 mil

Em Orleans, há 18 vagas de níveis alfabetizado, fundamental, médio e superior, e salário de até R$ 9.684,77.

Colisão seguida de capotamento é registrada na SC-108, em Urussanga

A condutora do veículo que capotou, de 20 anos, foi conduzida ao hospital; os outros dois ocupantes dos veículos envolvidos não se feriram.

Chuva deixa comunidade isolada e arrasta carro com pai e filha dentro, em Garopaba

O caso ocorreu quando o condutor da caminhonete tentou atravessar uma pequena ponte sobre o Rio Encantada próximo, próximo à cachoeira.