Segurança

Mulher é condenada a 14 anos de prisão por homicídio qualificado em Tubarão

Crime foi praticado por motivo fútil e com emprego de asfixia.

Prisão

Foto: Divulgação

Uma mulher foi sentenciada a 14 anos de reclusão por homicídio qualificado em sessão do Tribunal do Júri que aconteceu na comarca de Tubarão, nesta terça-feira (20).

Os jurados, acompanhando a denúncia, consideraram que o crime foi praticado por motivo fútil, a vítima ter supostamente furtado uma quantia em dinheiro e ter se insinuado ao companheiro da ré, e com emprego de asfixia.

O crime aconteceu em 2016, quando, após uma uma discussão acalorada e entrarem em luta corporal, a ré derrubou a vítima e, usando o peso de seu corpo contra uma barra de ferro posicionado no pescoço da mesma, a estrangulou e ela morreu no local.

A mulher também foi denunciada, porém, absolvida, por ocultação de cadáver, que foi encontrado enrolado em um cobertor e enterrado em uma cova nas proximidades de onde o crime aconteceu.O companheiro da ré, também denunciado pelo crime, foi absolvido de ambas acusações.

Notícias Relacionadas

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito