Segurança

Mulher pode ter sido morta como ‘queima de arquivo’ em SC

Casal foi encontrado morto em casa, no bairro Itinga, na tarde de quarta-feira (27)

Foto: Repórter André Pereira/Divulgação

A morte de um casal em Araquari, no Norte de Santa Catarina, tem movimentado o trabalho da Polícia Civil. Inarel Amâncio dos Santos, de 34 anos, e Maria Eduarda Casas, de 24 anos, foram encontrados mortos na tarde de quarta-feira (27), em casa, no bairro Itinga.

De acordo com o delegado Eduardo de Mendonça, a polícia já monitora e trabalha com os nomes de alguns suspeitos e a motivação pode estar relacionada a desavenças com o homem assassinado. Além disso, a morte de Maria Eduarda é tratada como “queima de arquivo”.

“Foram para executar ele, a mulher somente estava no lugar errado e foi possível queima de arquivo”, destaca o delegado.

O casal foi encontrado depois que a família foi até o local após dois dias sem contato com os dois. Ela foi encontrada morta na sala da casa e ele no salão de festas.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Policial Militar é morta por ex-marido em Forquilhinha

Ocorrência foi registrada na manhã desta segunda-feira (13)

Tartaruga é encontrada morta em Laguna

O animal, da espécie Caretta caretta, popularmente conhecida como tartaruga-cabeçuda, já estava em estado avançado de decomposição.

Mulher é encontrada morta a tiros no banheiro de casa em Correia Pinto

Crime ocorreu na tarde desta sexta-feira. PM faz buscas na região.

Baleia-jubarte é encontrada encalhada e morta em praia do Norte da Ilha de Florianópolis

Essa é a 10ª baleia-jubarte avistada morta na Ilha de Santa Catarina neste ano.