Segurança

Mulher pode ter sido vítima de crime passional

Foto: Divulgação

O assassinato de Olindina Francisco, de 57 anos, na última sexta-feira (16), em Imbituba, pode ter tido motivação passional. Pelo menos é essa a principal suspeita da Polícia Civil da cidade, que trabalha com o nome de um suspeito.

Olindina, conhecida como dona Neném, foi encontrada morta por familiares dentro do banheiro de sua casa, no bairro Nova Brasília. Segundo o delegado Raphael Rampinelli, o modo como o assassinato foi praticado aponta para um crime passional.

“A vítima foi morta com 13 facadas, e antes disso provavelmente foi agredida, pois apresentava hematomas no rosto. O suspeito agiu com violência e raiva”, comenta Rampinelli, que comanda as investigações.

Ainda de acordo com o delegado, o principal suspeito é um homem bem mais jovem que a vítima, com quem possivelmente ela tinha um relacionamento. No entanto, apesar das primeiras evidências encontradas pela investigação, ainda não há indícios suficientes para pedir a prisão deste suspeito.

“A gente vai ouvir mais testemunhas nos próximos dias e espera levantar elementos concretos até sexta-feira”, informou Rampinelli. Duas testemunhas foram ouvidas ontem de manhã pelo delegado. Além disso, também foram recolhidas digitais na cena do crime e a polícia está no aguardo dos laudos periciais.

Região tem segundo homicídio contra mulher em um mês

O assassinato de Olindina Francisco é o segundo homicídio violento praticado contra a mulher em menos de um mês na região. E, caso a hipótese da Polícia Civil se confirme, os dois crimes terão sido bastante semelhantes.

O outro crime foi descoberto no dia 25 de janeiro, em Laguna. Maria Helena Martins, de 50 anos, agente comunitária na cidade, foi encontrada morta em seu apartamento, no bairro Magalhães, com marcas de agressão e asfixia.

Pouco mais de uma semana depois, o companheiro dela, um homem de 37 anos, foi preso preventivamente. A coleta de provas e depoimentos apontou para o suspeito, que deve responder por homicídio triplamente qualificado. Segundo as investigações, o crime aconteceu depois de uma briga do casal.

Mortes em 2018

No total, a região já registrou nove homicídios neste ano. Foram quatro em Laguna; dois em Imbituba; e um em Jaguaruna, Capivari de Baixo e São Ludgero.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Notícias Relacionadas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Ciclista morre após ser atropelado na SC-285, em Araranguá

Mulher encontrada morta em Balneário Arroio do Silva é identificada

Assaltantes de entregadores de lanches são presos em Orleans

Criminosos ligavam para o estabelecimento, realizavam o pedido e na hora da entrega levavam o dinheiro, o lanche e, até as motocicletas.