Segurança

Mulher relata medo ao ser assediada em plena luz do dia em SC

Assediador é conhecido dos policiais e chegou a ser identificado horas depois dos fatos, mas não foi preso

Divulgação

Medo e insegurança. Essas são as palavras que Fernanda* usa para descrever o que sente após ser atacada no meio da rua por um homem em Gaspar, no Vale do Itajaí.

Imagens de uma câmera de segurança mostram a mulher de 27 anos caminhando na calçada quando um indivíduo tenta passar a mão no corpo dela. A vítima reage, o assediador fica bravo e ameaça agredi-la.

Fernanda conta que estava no Centro com uma amiga para passear quando o caso ocorreu, por volta das 15h desta segunda-feira (20). Ela correu para dentro de uma loja para fugir do homem e diz que ele chegou a atirar uma máscara no rosto dela.

A vítima foi amparada por uma comerciante e ficou no estabelecimento por alguns minutos até que o assediador deixou o local e ela se sentiu segura para sair.

— Meu carro estava perto. Eu só pensava em sair dali. Agora estou com medo de ir para o Centro — conta.

Uma comerciante buscou as imagens nas câmeras de segurança e repassou no grupo de lojistas da região central e logo o material chegou às mãos da Polícia Militar.

Após o susto, já por volta das 17h, a vítima registrou o boletim de ocorrência. Durante a noite, a PM conseguiu localizar o assediador e o identificou como um usuário de drogas de 33 anos conhecido pelos agentes.

O homem foi registrado no sistema da polícia, mas não foi preso porque não havia situação de flagrante no momento da abordagem e porque a PM não tinha a identificação da vítima, explica o comandante Alex Matias Souza.

— Considerando que fizemos a identificação dele, vamos fazer a complementação do BO que a vítima registrou e com base nisso a Polícia Civil instaura o inquérito, faz as demais investigações para depois encaminhar ao Judiciário — pontua Souza.

* O nome da vítima foi alterado para preservar a identidade dela.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Saúde lança nova versão da caderneta de saúde para crianças

Novo modelo será enviado aos estados e municipios até março

Cachoeira é interditada por tempo indeterminado após queda que matou jovem em SC

Leticia Silva Budal, de 20 anos, morreu após cair aproximadamente 50 metros dentro da cachoeira

SC tem 20 vezes mais pacientes em tratamento contra Covid do que no Natal

Em 25 de dezembro, estado tinha 1.987 casos ativos contra 45.915 de sexta-feira. SC enfrenta filas nos postos de saúde e unidades fechadas por causa do afastamento de profissionais da área.

Um ano de vacinação contra Covid-19 com início da imunização de crianças

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos é a forma que SC celebra data