Segurança

Mulher vítima de feminicídio em SC vivia relação cheia de brigas, revelam vizinhos

Mulher de 36 anos não resistiu ao ser golpeada com um tijolo na cabeça pelo marido

Foto: NSC Total e Facebook

Na manhã desta segunda-feira (15), a Rua Candelária, no bairro Salto do Norte, em Blumenau, estava tomada por uma única conversa: o brutal feminicídio ocorrido em um apartamento da região. Ione Maria dos Santos, de 36 anos, foi morta pelo marido com ao menos um golpe de tijolo na cabeça, e os vizinhos contam que a relação era marcada por frequentes brigas.

Ione desempenhava o papel de zeladora no prédio onde vivia. Com o companheiro há cerca de sete anos, a relação era tumultuada, repleta de desentendimentos. Testemunhas, que preferiram não se identificar, relataram que a mulher chegou a se separar do homem aproximadamente dois anos atrás, mas acabou reatando.

As discussões vindas do interior do imóvel eram audíveis para os vizinhos. O suspeito, apontado como usuário de drogas, teria vendido pertences do casal para sustentar seu vício. Com a mesma idade de Ione, ele possuía antecedentes criminais por homicídio, furto e lesão corporal.

No final da tarde de domingo (14), mais uma briga culminou em tragédia. Segundo o próprio autor, em meio a uma discussão motivada por ciúmes, Ione teria segurado uma faca e ferido o companheiro com cortes leves. Em resposta, o homem teria arrancado o objeto das mãos dela e a golpeado com um pedaço de tijolo de concreto que servia como peso de porta.

A versão será submetida à perícia. O perito da Polícia Científica indicou, no local, que a lesão na cabeça de Ione sugere que ela estava caída quando foi agredida. Os laudos serão encaminhados à Polícia Civil para a conclusão do inquérito.

O homem foi hospitalizado com cortes autoinfligidos pelo corpo, incluindo os pulsos. Posteriormente, foi encaminhado à delegacia, onde prestou depoimento. O delegado Wesley solicitou sua prisão preventiva, a ser analisada pela Justiça durante a audiência de custódia nesta segunda-feira. O suspeito aguarda a decisão no presídio.

Este incidente marca o primeiro caso de feminicídio registrado em Blumenau em 2024. Natural do Paraná e sem filhos, Ione mantinha constante contato com sua mãe, que reside no estado natal da família. Detalhes sobre o velório ainda não foram divulgados.

Informações retiradas do NSC Total para a escrita do texto

Notícias Relacionadas

Ao celebrar 25 anos, Carbonífera Catarinense reafirma o compromisso com a comunidade

Trajetória da empresa foi marcada por conquistas e investimentos no desenvolvimento, saúde e segurança da equipe e em projetos sociais e ambientais.

Homens contratados por mulher suspeita de encomendar morte do marido em SC cavaram cova durante churrasco, diz polícia

Edinei da Maia foi encontrado morto enterrado, com as mãos amarradas, em Canelinha, quatro meses após desaparecer.

Bezerro é içado após cair em poço de 6 metros de profundidade em Florianópolis

Resgate ocorreu em uma propriedade no bairro Rio Vermelho. Animal foi entregue ao proprietário.

SC tem 1,1 mil aparelhos bloqueados com o Celular Seguro em seis meses

Serviço foi criado pelo Governo Federal e tem como objetivo inibir roubos de smartphones