Geral

Mulheres Artesãs da Coopercocal retornam atividades

O curso oferecido gratuitamente pela cooperativa contempla 60 mulheres e estimula a geração de renda e a sustentabilidade.

Fotos: Danylla Zanette

A Cooperativa Energética Cocal – Coopercocal retornou com as atividades do grupo de artesanato Mulheres Artesãs. O curso totalmente gratuito terá duração de 07 meses e contempla 60 mulheres divididas em quatro turmas de segunda a quinta-feira.

O projeto Mulheres Artesãs foi criado pela Coopercocal em 2017, com o objetivo de contribuir com a melhoria do bem-estar da população, comprometendo-se com a sustentabilidade. Através da valorização da mulher oportuniza as famílias dos associados e consumidores um estímulo para geração de sua própria renda.

“Por ser uma empresa comprometida com a responsabilidade social, este projeto busca não só apenas estimular o desenvolvimento social por meio da complementação de renda, mas também a sustentabilidade, através da reciclagem”, justifica o presidente Altair Lorival de Melo.

Sobre as atividades

No curso são confeccionadas peças decorativas e utilitárias, sendo utilizados tecidos, fibras, potes, cds, vidros, flores artificiais etc. Grande parte desses materiais são doações de indústrias têxteis da região e também da comunidade em geral.

Cada modelo de artesanato é feito duas vezes. A primeira peça fica para a cooperativa que é embalada e etiquetada com o nome da aluna que a fez. Essas peças servirão para exposições, sorteios e doações a instituições filantrópicas. A segunda peça fica com a aluna e servirá de molde para futuras confecções.

II Módulo projeto “Mulheres Voluntárias do Bercinho de Anjo”

Fotos: Danylla Zanette

Diante de um retorno muito positivo e da importância do vínculo criado com essas mulheres a cooperativa criou para este ano uma extensão ao primeiro módulo. Intitulado como “Mulheres Voluntárias do Bercinho de Anjo”, neste segundo módulo as mulheres que participaram do ano anterior, doarão um pouquinho do seu tempo para confeccionar kits para bebês (kits berço), uma oportunidade para se reciclarem e praticarem o bem.

São trinta mulheres, divididas em duas turmas, que se reunirão voluntariamente a cada quinze dias para confecção de kits para bebês. Os kits, quando prontos, serão doados para gestantes e/ou recém-nascidos de famílias associadas e consumidoras de energia elétrica, desde que comprovado o parentesco em primeiro grau, ou seja, pais, filhos e cônjuges.

A costureira Maria Gavasso da Luz é só elogios para esta iniciativa da Coopercocal, “Fiquei muito feliz em poder participar deste segundo módulo, pois além de praticarmos o voluntariado estaremos nos reciclando também e adquirindo mais experiência e conhecimento”, exalta.

A aposentada Maria José disse que o grupo Mulheres Artesãs se transformou em uma família para ela, “Neste curso conheci muita gente bacana, tivemos um ótimo entrosamento, a criação das peças despertou uma criatividade que eu não imaginava que tinha. Sou grata a cooperativa por ter participado deste curso, e agora com a confecção dos kits berço chegou a vez de nos doarmos um pouquinho para o próximo”, afirmou.

As doações serão realizadas a partir do próximo ano, através de cadastro realizado na sede administrativa da Coopercocal, maiores informações pelo DDG 0800 487019.

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado e duas mulheres feitas de refém em Gravatal

Ocorrência foi registrada por volta das 11h20 pela Polícia Militar. Dois suspeitos foram presos.

Jovens e mulheres terão prioridade na liberação de recursos dos Programas da Secretaria da Agricultura de SC

De acordo com o Censo Agropecuário de 2017, em Santa Catarina são quase 170 mil agricultoras e mais de 6,9 mil propriedades rurais administradas por jovens.

Governador Carlos Moisés autoriza edital para projeto de construção de ponte que liga Laguna à SC-100

Projeto de futuro loteamento pode render até R$ 35 milhões ao josefinos em Orleans

Decreto de utilidade pública expedido pela prefeitura pretende impedir possível especulação imobiliária de área estratégica. A intenção é adquirir o local para investimentos em educação, cultura, esporte e lazer