Saúde

Município de Forquilhinha busca aprovar o programa de cirurgias eletivas

Projeto de Lei foi encaminhado à Câmara de Vereadores. A intenção é zerar a fila de espera e proporcionar mais qualidade de vida a população.

Foto: Divulgação

Forquilhinha encerra o ano, com mais uma boa notícia na área da saúde. O município pretende instituir o Programa de Cirurgias Eletivas em diversas especialidades. O que permitiria dar mais agilidade no encaminhamento de pacientes que aguardam para passar por procedimentos desse nível, através do Sistema Único de Saúde.

O Projeto de Lei, que trata do assunto foi lido na última sessão da Câmara de Vereadores e encaminhado para as comissões de justiça e finanças para análise, e deverá ser votado em 2019. Com ele,o município fica autorizado a pagar, através da secretaria de saúde, uma complementação da Tabela SUS no valor de até R$ 300,00.

“Existem procedimentos na tabela que não são reajustados há mais de 20 anos e os hospitais e médicos não estão mais realizando tais procedimentos com a justificativa de que em alguns casos há até prejuízo.Pela cirurgia de adenoide, por exemplo, o SUS paga R$ 348,00. Nesse valor está incluso o custo do hospital com o centro cirúrgico, o médico anestesista e o médico que vai realizar a cirurgia, o que é extremamente pouco”, relata o secretário de Saúde Diego Passarela.

Hoje, só em Forquilhinha, quase 500 pessoas estão aguardando por algum tipo de procedimento cirúrgico. Infelizmente a oferta do estado é muito aquém da demanda. O objetivo com o projeto é em médio e longo prazo zerar a fila de espera que chega a ser de até 5 anos.

“A secretaria está de parabéns pela iniciativa. Sei que com a aprovação do projeto estaremos dando um passo importante no anseio de aumentar a qualidade de vida da população e claro, atender o mais rápido possível quem aguarda pelas cirurgias eletivas. Apesar de não serem de emergência, na maioria delas, passar pelos procedimentos é fundamental” destacou o prefeito Dimas Kammer.

O Programa prevê a concessão dos seguintes auxílios: consultas pré e pós-cirúrgicas, exames e a cirurgia. Para ter direito ao benefício, que será totalmente gratuito, é preciso atender alguns requisitos como residir em Forquilhinha, estar cadastrado no Programa Estratégia de Saúde da Família, estar inscrito no cadastro do Cartão SUS e ter a solicitação do profissional especialista com a indicação do procedimento.

As cirurgias Eletivas serão realizadas por profissionais, devidamente autorizados pelo município, em hospital/clínica que atendem pelo SUS, mediante processo licitatório ou credenciamento.

Se o projeto for aprovado à ideia é de que no ano de 2019 sejam investidos cerca de R$ 200.00,00 no subsidio das cirurgias.

Colaboração: Comunicação Prefeitura de Forquilhinha 

Notícias Relacionadas

Lei aprovada em Imbituba irá oficializar o programa que beneficia idosos

O Diretor Municipal de Esportes de Imbituba, Norton Evaldt, defendeu, nos últimos dias, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Vereadores, o Projeto de Lei que torna oficial o programa “Comunidade Ativa”.

Comarca de Turvo passa a integrar o programa Rede Catarina de Proteção à Mulher

As ações não irão se limitar à cidade de Turvo, mas alcançarão os demais municípios abrangidos pela comarca - Ermo, Jacinto Machado e Timbé do Sul.

A União Faz a Vida promove segunda Mostra de Projetos

Estudantes apresentarão conhecimentos construídos a partir de práticas que possibilitam a autonomia e cooperação.

Homem é preso após confessar assassinato de esposa em Forquilhinha

Carro e corpo foram encontrados abandonados em uma estrada.