Geral

Municípios de Santa Catarina registram recorde de volume de chuva em janeiro

O balanço foi divulgado pelo setor de Meteorologia da Epagri/Ciram

Divulgação

O mês de janeiro terminou com grandes volumes de chuva em todas as regiões de Santa Catarina, com recordes em alguns municípios. O balanço foi divulgado nesta terça-feira, 2, pelo setor de Meteorologia da Epagri/Ciram. Em algumas localidades choveu mais do que o dobro da média de janeiro. O maior registro foi de 686,4 milímetros em Florianópolis. O recorde do município até então era de janeiro de 2018, quando choveu 652 mm.

“Os maiores acumulados foram especialmente no Litoral. Na Grande Florianópolis, em um único dia, choveu 240 mm, o que corresponde à média do mês inteiro que é de 200 a 250 mm. A medição foi feita na estação da Casan, no Centro de Florianópolis”, relatou a meteorologista da Epagri/Ciram, Laura Rodrigues.

Entre Joinville e Garuva, os totais do mês ficaram acima de 500 mm. Em Schroeder, os acumulados foram superiores a 600 mm. Já em Urupema, o total de chuva de 391,2 mm é o maior volume mensal absoluto registrado no município neste período. Em Urubuci (340mm) e Rancho Queimado (445,6mm), os totais também representam recordes para janeiro.

Em boa parte do interior do Estado e Litoral Sul os volumes de chuva ficaram acima de 100 mm. Na primeira quinzena de janeiro, foi registrada pouca chuva em Santa Catarina, com totais inferiores a 75 mm em grande parte do interior. Na semana entre 17 e 25, a chuva atingiu grandes volumes especialmente em Florianópolis.

 

Notícias Relacionadas

Operação Policial prende três pessoas por tráfico de drogas em Lauro Müller

O fato ocorreu na manhã desta segunda-feira (1)

Nova Veneza amplia vacinação em idosos com idade entre 80 e 84 anos

Ainda esta semana, todas as pessoas com 85 à 89 anos receberão o imunizante

Setor portuário movimentou 1,153 bilhão de toneladas em 2020

Número representa crescimento de 4,2% na comparação com 2019

Homem é preso suspeito de abandonar pai em rodoviária de SC

Segundo a polícia, o filho teria buscado o pai na casa da irmã, em Itajaí, e o deixado na rodoviária com os pertences e R$ 40