Serra

Na Serra, 13 mil famílias vivem na pobreza e extrema pobreza, diz pesquisa

Imagem: NSC TV

Um levantamento feito pela Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures) mostrou que 13 mil famílias vivem na pobreza e extrema pobreza na Serra catarinense, considerada a região mais pobre do estado. As informações são do G1 SC.

A Secretaria de Assistência Social de Lages afirmou que essas famílias são acompanhadas pelo CRAS e pelo CREAS, serviços de referência da assistência social.

Pelo Cadastro Único, programa do governo federal que identifica as famílias brasileiras de baixa renda, é considerado extremamente pobre quem ganha R$ 85 por mês e pobre que sobrevive com até R$ 170 mensais.

Contando quem vive com menos de meio salário mínimo por mês, o que equivale a R$ 468.50, o número de famílias pobres na região chega a 20 mil.

 

Notícias Relacionadas

Serra registra mínima de -8°C e pelo menos 17 cidades de SC têm temperaturas negativas; FOTOS

Menor temperatura foi registrada em Urupema. Pelo menos outras 16 cidades do estado haviam registrado temperaturas negativas, segundo a Defesa Civil, neste domingo (4).

Serra do Rio do Rastro fica interditada temporariamente após vendaval

Houve queda de algumas pedras, árvores e postes sobre a rodovia. Nesta manhã de terça (12), o trânsito flui normalmente no trecho, porém, com registro de vento e muita chuva.

Sábado amanhece com geada na Serra de SC e termômetros abaixo de 0°C

Árvores congelaram no Centro de São Joaquim e termômetros marcaram -4ºC.

Operação contra o furto de gado é realizada no Sul

As fiscalizações aconteceram em Gravatal, Içara, Morro da Fumaça e Bom Jardim da Serra. Pelo Estado, outras cidades também fazem parte das investigações.