Geral

Nacional: média de mortes por covid-19 duplica em um mês, diz Fiocruz

O número é o dobro do observado há um mês (1.036 óbitos).

Divulgação

O país registrou ontem (18) 2.087 mortes por covid-19, segundo a média móvel de sete dias, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O número é o dobro do observado há um mês (1.036 óbitos) e 54% superior às mortes de duas semanas antes (1.353).

Ontem foi o 23º dia consecutivo de recordes na média de mortes. O número de casos também atingiu um novo recorde nessa quinta-feira (71.871, segundo a média móvel de sete dias), 24% a mais que 14 dias antes (57.610) e 59% a mais que no mês anterior (45.245).

A média móvel de sete dias é calculada pela Fiocruz, em seu boletim Monitora Covid, através da soma dos números do dia com os seis dias anteriores e dividindo-se o resultado da soma por sete. Por isso, o dado é diferente daquele divulgado pelo Ministério da Saúde, que considera apenas os óbitos e casos confirmados em um dia.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

No mês de aniversário do ECA, Conselho Tutelar de Lauro Müller faz resumo da história e ações no município

Para lembrar e celebrar o aniversário do ECA, o Conselho Tutelar de Lauro Müller montou um histórico das ações realizadas desde 1994, ano de criação do órgão no município.

Cocal do Sul assina convênio com Unibave para castração de 30 animais de rua por mês

O objetivo é controlar o crescimento populacional de cães e gatos

Santa Catarina cria mais de 10 mil novas vagas de emprego em julho, recorde histórico para o mês

Atleta de Nova Veneza é campeã do nacional de atletismo escolar em Natal

Larissa da Silva Lúcio, de 16 anos, competiu em duas provas: salto em altura e 800 metros