Segurança

Naufrágio que matou vereador e amigo em Laguna é investigado por Marinha e Polícia Civil

Equipes seguem as buscas ao filho do vereador, que segue desaparecido

Divulgação

A Delegacia da Capitania dos Portos e a Polícia Civil investigam o naufrágio de uma lancha que ocorreu na sexta-feira (14), em Laguna, e causou a morte de duas pessoas. Neste domingo (16), o Corpo de Bombeiros Militar e a Marinha retomaram as buscas por Michel Ricardo Barbosa, 25 anos, que está desaparecido desde o acidente.

Morreram no naufrágio o pai de Michael, o vereador Ricardo de Moraes Barbosa (PSDB), 48 anos, e um amigo do político, Deyvid Fernandes, 29. Outras quatro pessoas que estavam na lancha foram resgatados com vida.

Ricardo Barbosa era vereador em Caçador, no Oeste de Santa Catarina. A Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna abriu um inquérito administrativo para “apurar as causas, circunstâncias e responsabilidades do acidente”.

— Tão logo tomamos conhecimento da situação, uma equipe se deslocou até o local para dar início a apuração dos fatos — disse o delegado regional de Laguna, Diego Parma.

Na tarde de sexta, antes do acidente, o vereador postou uma foto nas redes sociais, na qual está na lancha com as outras vítimas. Ricardo de Moraes Barbosa e seu amigo foram retirados da água em grau 6 de afogamento, considerado o nível máximo pelos socorristas, e não sobreviveram.

Segundo o capitão dos bombeiros, Edvaldo Machado, quatro tripulantes, que não sabiam nadar, foram encontrados agarrados na embarcação, sem colete salva-vidas. Eles foram resgatados com vida.

A embarcação teria virado com a força das ondas, como afirmam os policiais do Serviço de Atendimento e Resgate Aeromédico (Saer), que prestaram apoio na ocorrência. O acidente ocorreu por volta das 15h de sexta-feira, na região do Molhes da Barra, no Complexo Lagunar.

Velório

O velório do vereador e do amigo ocorre até por volta das 15h na Câmara Municipal de Caçador. Depois os corpos serão transportados em carro aberto dos bombeiros voluntários até o Cemitério Municipal para os sepultamentos.

Familiares, autoridades, amigos e a comunidade em geral participam do velório, segundo a Câmara. A entidade pede que as pessoas sigam os protocolos sanitários para evitar a transmissão do coronavírus, como o distanciamento social, uso de máscara e higienização das mãos com álcool em gel.

Luto

A Câmara Municipal de Caçador publicou uma nota oficial nas redes sociais, na qual comunica a morte do vereador.

Ricardo passava férias com familiares e amigos no Sul do Estado e fazia um passeio de lancha, quando, infelizmente, a embarcação virou e acabou vitimando tanto o vereador Ricardo quanto seu amigo Deyvid Fernandes — afirmou a Casa na nota.

Barbosa estava no primeiro mandato e atuou como primeiro secretário da Mesa Diretora da Câmara de Caçador. Ele havia assumido como vereador na legislatura passada por quase dois anos na vaga do parlamentar Amarildo Tessaro, licenciado.

Nas redes sociais, o choque e a tristeza pela morte foram compartilhados por amigos e familiares. Naira Zanella, companheira de Ricardo, publicou nas redes sociais um vídeo com fotos do casal. Ela cita 20 anos e 2 meses que esteve ao lado dele.

*Com informações de G1 SC

Notícias Relacionadas

Pesquisa inédita de geração de energia tem bons resultados em Santa Catarina

Estudo desenvolvido no Sul do Estado busca tecnologia viável economicamente para realizar a captura de dióxido de carbono em indústrias de geração de energia a base de carvão

Morte de duas crianças em condomínio de Criciúma é investigada

Equipes da Vigilância Sanitária encontraram fezes de rato e barata em duas caixa d'águas próximas ao local

Ciclista é atropelado por motorista em fuga que transportava 211 kg de droga em SC

Segundo informações da PRF, o motorista foi preso; o caso aconteceu em Joinville, no Norte do estado

SC tem mínima abaixo de -3ºC e geada no 1º dia de julho

Em Bom Jardim da Serra, às 6h os termômetros marcaram -3,41ºC. Em São Joaquim, a míníma foi de -3,2ºC na localidade do Vale do Caminhos da Neve.