Geral

Nota técnica de secretário do Ministério da Saúde coloca cloroquina como eficaz e vacina como não efetiva

Nota é assinada apenas pelo secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde da pasta, Hélio Angotti Neto.

Divulgação

A nota técnica publicada pelo Ministério da Saúde para barrar as diretrizes que contraindicam o uso do chamado “kit covid” classifica a hidroxicloroquina como eficaz para o tratamento contra a covid-19 e afirma que as vacinas não demonstram a mesma efetividade, contrariando uma série de estudos e orientações sanitárias pelo mundo.

A nota é assinada apenas pelo secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde da pasta, Hélio Angotti Neto. O documento barra as diretrizes que contraindicam o “kit covid” no tratamento ambulatorial e hospitalar da doença e outras duas normas, mantendo o País sem uma recomendação oficial de como tratar pacientes de covid com quase dois anos de pandemia.

Uma das colunas pergunta se há demonstração de efetividade em estudos controlados e randomizados para a covid-19. A resposta é “sim” para a hidroxicloroquina e “não” para as vacinas. A tabela contrapõe os dois métodos ao afirmar que o medicamento tem demonstração de segurança em estudos experimentais e observacionais contra a covid e que a vacina não tem a mesma resposta.

O questionamento da eficácia das vacinas contraria políticas do próprio Ministério da Saúde. Neste sábado (22) por exemplo, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga participou de uma ação promovida pela pasta para incentivar a vacinação e a testagem da população nos Estados da Região Norte com Angotti Neto, responsável pela nota técnica, e outros secretários do ministério.

Na ação, Queiroga esteve em Manaus e o secretário foi para Porto Velho. O ministro pediu que as pessoas se vacinassem e afirmou que “não há um caminho mais eficiente para nos livrarmos dessa pandemia do que a vacinação da nossa população”.

Com informações do site HC Notícias

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Jacinto Machado vacina idosos contra a gripe em casa para evitar aglomerações nos postos

No total, são 2.200 pessoas acima de 60 anos, que serão imunizados.

Coronavírus em SC: Santa Catarina conquista a habilitação de 125 novos leitos de UTI junto ao Ministério da Saúde

As habilitações atendem a 13 unidades hospitalares

Coronavírus em SC: Fapesc convida pesquisadores para falar sobre desenvolvimento de vacina para Covid-19

A Fapesc convidou os pesquisadores André Báfica e Daniel Mansur para conversar diretamente com os catarinenses em live nas redes sociais nesta quinta-feira (30), às 17h.

Universidade de Brasília e HUB iniciam teste de vacina contra covid-19

Apenas profissionais de saúde podem participar do estudo