Saúde

Nova Veneza inicia nova fase de vacinação nesta quinta-feira (6)

Até esta quinta-feira (6), a Secretaria de Saúde vai finalizar a aplicação das doses nos idosos com idade entre 60 e 64 anos

Divulgação

O município de Nova Veneza recebe 445 doses da vacina contra a covid-19, com isto será dada a continuidade na imunização na população. Até esta quinta-feira (6), a Secretaria de Saúde vai finalizar a aplicação das doses nos idosos com idade entre 60 e 64 anos. E iniciar a primeira fase da vacinação dos grupos prioritários elencados pelo Plano Nacional de Imunização, do Ministério da Saúde, que neste momento são as pessoas que possuem comorbidades e têm idade entre 55 e 59 anos.

Mas é necessário que a pessoa apresente um atestado médico comprovando, para que possa receber a vacina. “Se a pessoa passou pelo médico e ele atestou que ela possui alguma comormidade, e está nesta faixa etária, ela pode procurar as Unidades de Saúde mais próxima da sua residência, para o cadastro e agendamento da vacina”, explica o coordenador da vigilância epidemiológica, Abel Araújo.

A secretaria ainda destaca que é importante o cidadão ficar atento aos grupos prioritários e não procurar as unidades de saúde, sem necessidade. “Nós seguimos um cronograma de vacinação que será aplicado conforme o quantitativo de doses disponibilizadas pelo governo estadual e respeitando as comorbidades e idade da pessoa”, explica o coordenador da vigilância epidemiológica, Abel Araújo.

A secretaria destaca a importância das pessoas conferirem os grupos prioritários:

1ª Pessoas com Síndrome de Down, idade entre 18 a 59 anos;

2º Pessoas com doença renal crônica em terapia de substituição renal (diálise) idade entre 18 a 59 anos;

3º Pessoas transplantadas de órgão sólido ou de medula óssea, idade entre 18 a 59 anos;

4ª Gestantes e puérperas com comorbidades, maiores de 18 anos, com prescrição médica;

5ª Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre 18 a 59 anos, já listados.

6ª Pessoas com Comorbidades e Deficiência Permanente entre 55 a 59 anos, listadas no Plano Nacional de Vacinação, sendo necessário apresentar atestado médico que comprove a comorbidade (doença).

Notícias Relacionadas

Pesquisa aponta aumento de casos de covid em 1.217 cidades esta semana

O número corresponde a 33,9% das 3.591 prefeituras ouvidas

Governo de SC vai prorrogar estado de calamidade pública até 30 de setembro

Com a medida, o Estado fica desobrigado de cumprir algumas metas fiscais, o que facilita o combate ao vírus

Santa Catarina avança na certificação de propriedades livres de brucelose e tuberculose

A intenção da Secretaria da Agricultura é ampliar o número de certificações, para que esse seja mais um diferencial competitivo do agronegócio catarinense

Governo do Estado abre licitação para elaboração de estudo para criação de rodovia alternativa à BR-101 Norte

A empresa que for selecionada na licitação terá seis meses para executar um estudo identificando onde poderá passar essa nova rodovia