Saúde

Novo heliponto de Criciúma irá auxiliar no transporte de pacientes e órgãos para transplantes

O projeto tem previsão para iniciar o funcionamento em 2025, e será um suporte para o principal hospital da cidade

Divulgação/Santa Vita Saúde Center

Criciúma terá um novo heliponto nos próximos anos. O projeto de engenharia faz parte do novo e maior prédio de saúde em Criciúma, o Santa Vita Saúde Center. Com todas as especificações necessárias para o cadastro na Agência de Aviação Civil (ANAC), o novo Heliponto foi desenvolvido pela empresa BMT Engenharia de Florianópolis, uma das 29 empresas que fazem parte da elaboração de projetos do Santa Vita.

O elevado terá como área de pouso e decolagem 19,50m x 19,50m, com área de toque (TLOF) de 13m x 13 m, possuindo também uma área de segurança de 32,5 x 32,5 m, com resistência para 3.000 kg. Com todas as especificações técnicas necessárias, o local será um novo auxílio principalmente para o transporte de pacientes e doação de órgãos.

“O Heliporto está sendo projetado com o que há de mais avançado para segurança de voo, contará com balizamento noturno dentre outras tecnologias de navegação”, pontua Doutor Edésio Elias Lopes, engenheiro responsável pelo projeto.

O Santa Vita Saúde Center está localizado em frente há um dos maiores hospitais do Sul de Santa Catarina,o Hospital São José, entidade esta que realiza constantemente, além de cirurgias de alta complexidade, aproximadamente 18 captações de múltiplos órgãos por ano. O novo heliponto irá auxiliar consideravelmente a realização de transferência de pacientes com muito mais rapidez; quando assim houver necessidade de transporte. O prédio terá ainda duas passarelas que fazem a ligação entre hospital São José e Santa Vita, o que facilita também a remoção.

O objetivo dos investidores com a idealização de um heliponto é diminuir o tempo de resposta para este tipo de atendimento quando envolve o transporte de pacientes. O empreendimento será o único centro de saúde no Sul de SC ligado há um hospital com heliponto. Este recurso tem papel estratégico, porque além do acesso mais rápido do que via terrestre, próximo a BR-101, o heliponto homologado, é imprescindível em casos mais graves em que o paciente pode chegar em minutos para ser atendido.

O projeto será construído no terraço/cobertura do Santa Vista; sua estrutura proporciona mais rapidez no salvamento de vidas e representa uma grande conquista para todo o Sul do Estado de Santa Catarina. “Tenho certeza que este diferencial da obra irá contribuir para que o Hospital São José seja referência no apoio ao atendimento pré-hospitalar, já que um dos fatores no prognóstico é o tempo e agilidade no atendimento”, pontua Moraes.

O Heliponto do Santa Vita será de fundamental importância na agilidade de atendimento a acidentados e no transporte de órgãos humanos tendo em vista, que a instituição está credenciada na rede nacional de captação de órgãos para transplantes.

Outra função também importante será para pouso e decolagem de Profissionais que estiverem instalados no Complexo Santa Vita. Estes poderão também fazer uso do local para pouso e decolagem, quando assim houver necessidade.

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governo do Estado estabelece novas medidas para o transporte aquaviário e comércio de refeições nas rodovias

A comercialização de refeições pode ser feita por restaurantes localizados às margens das estradas e oferecida exclusivamente para profissionais de serviços considerados essenciais pelo Governo do Estado, incluindo nesta categoria os transportadores de carga responsáveis pelo abastecimento e transbordo de insumos da saúde.

Centro de Convivência: Siderópolis terá novo espaço para receber crianças, jovens, adultos e idosos

O local receberá grupos que integram o serviço de convivência, que totalizam 326 pessoas, entre crianças, jovens, adultos e idosos.

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.