Educação

Novos espaços da Educação Infantil atenderão mais de 500 crianças em Criciúma

Estrutura do Morro Estevão terá 972m² e da Mina do Mato será de 1.086,22 m². As duas obras têm um investimento de mais de R$ 2,7 milhões

Divulgação

Mais dois Centros de Educação Infantil Municipais (Ceims) estão ganhando forma em Criciúma. As obras de construção do Ceim Mina do Mato estão nas etapas de contrapiso e reboco. Já no Ceim Morro Estevão está sendo executada a etapa de estrutura de concreto. As melhorias estão 40% e 30% concluídas, respectivamente. As duas creches irão atender mais de 500 crianças nas duas localidades.

Os espaços contarão com oito salas de aula com lactário e fraldário, refeitório, cozinha, salas administrativas, banheiros e playground. A estrutura do Morro Estevão conta com 972m² de área, já a da Mina do Mato possui 1.086,22 m². Os investimentos superam R$ 2,7 milhões.

“Nos últimos anos, a área da Educação está recebendo diversas obras e iniciativas. As melhorias contemplam ginásios, escolas e creches. Agora, temos mais dois Ceims que vão atender mais de 500 crianças, sendo que a estrutura da Mina do Mato contemplará seis bairro”, frisou o secretário municipal de Educação, Miri Dagostim.

Confira dados da construção das creches:

Creche Mina do Mato
Investimento: R$ 1.479.000,00
Construtora responsável: Consoni Construções
Área: 1.086,22 m²

Creche Morro Estevão
Investimento: R$ 1.303.344,37
Construtora responsável: Kamilla Construções e Transportes
Área: 972,77 m²

Notícias Relacionadas

Milagre: mulher que deu à luz durante internação por covid-19 recebe alta

A tubaronense Raquel de Medeiros Francisco, foi internada no último dia 21 e dois dias após a internação precisou ser intubada.

Vendas do Dia das Mães superam as expectativas no comércio de Tubarão

A edição do Recicla CDL deste sábado também foi um sucesso.

Moisés reúne secretarias para acelerar entregas do Governo do Estado

Reunião foi de alinhamento entre governador e secretários.

Covid-19: Criciúma registra mais quatro óbitos e totaliza 449

Idade das vítimas vai dos 28 aos 64 anos.