Segurança

Novos golpes de estelionato deixam Polícia Civil de Criciúma em alerta

Criminosos se dizem correspondentes de banco para usar cartões de vítimas em saques e compras

Foto: Divulgação

A Polícia Civil de Criciúma emitiu um alerta à população, por conta de novos golpes de estelionato que tem sido registrado no município. Os criminosos ligam para as vítimas, fingindo ser correspondentes de um banco, e avisam a respeito de uma suposta compra fraudulenta efetuada com o cartão da pessoa.

De acordo com o delegado Ari José Soto Riva, da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Criciúma, na sequência os golpistas alegam que a pessoa precisa ligar para o número 0800 que está no próprio cartão. Esse número foi clonado pelos estelionatários. “Quem atende pede que a vítima digite os números da conta, agência e senha do cartão. Depois, solicita que escreva de próprio punho uma carta, informando que não efetuou a compra. O criminoso, então, pede para que o cartão seja quebrado ao meio, dizendo que um funcionário do banco irá passar na residência e pegar a carta e o cartão quebrado”, explica.

O suposto representante do banco vai até o local e pega ambas as coisas. Segundo a autoridade policial, de posse de todos os dados do cartão e os dados que a vítima forneceu, são efetuadas compras e saques em agências bancárias, causando prejuízos.

“Nossas orientações são para que as vítimas fiquem atentas quando do recebimento de telefonemas dessa natureza e chequem, antes de passar as informações, se foi o próprio banco que ligou”, completa Riva.

Com informações do Portal 4oito

Notícias Relacionadas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

Índices de crimes caem bruscamente em Orleans

Segundo dados divulgados pela Polícia Civil, houve redução de 300% dos crimes de roubo e quase 30% do número de furtos.