Educação

O brilho dá lugar às cinzas

A quarta-feira de cinzas, ritual instituído pela igreja católica, marca o início de um período de reflexão sobre nossa vida.

Divulgação

Todo brilho e euforia vividos nas comemorações carnavalescas agora dão lugar às cinzas, com diferentes sentidos… A quarta-feira de cinzas, ritual instituído pela igreja católica, marca o início de um período de reflexão sobre nossa vida; as cinzas do carnaval marcam o desrespeito do ser humano para consigo mesmo e o meio em que vive, refletido nas toneladas de lixo produzidas, tanto com matérias-primas extraídas da natureza, quanto com produtos sintéticos poluentes.

Para a igreja, a quarta-feira de cinzas é o início da preparação para a celebração da Páscoa. É chamado de quaresma que, ao contrário do que muita gente pensa, não é para reparar os erros cometidos no carnaval, mas é a reparação de erros cometidos no decurso de nossas vidas, época de reconhecimento de nossas fraquezas, compreender que a vida é efêmera, e que nada somos diante da morte. As cinzas bentas colocadas sobre nossas cabeças nos fazem lembrar que vamos morrer, que “somos pó e ao pó da terra voltaremos”.

O carnaval é uma contraposição da quaresma… É uma festa de origem pagã, um período marcado por festas, consumo excessivo de álcool, drogas, desperdício de dinheiro, luxúria, crueldade animal, degradação ambiental… A vida é apenas o momento…

Será a quarta-feira de cinzas também o momento de pedirmos perdão dos pecados que cometemos no carnaval? Será que ir à igreja e dizer-se arrependido apagará os danos causados com nossas atitudes no carnaval? Não é tão simples assim. O que fazer para mudar esta cultura deturpada de muitos? Só há um caminho: educar para a cultura saudável dos festejos… E aqui entra o papel da escola na formação das novas gerações. A volta às aulas pós carnaval é o momento mais apropriado para o professores debruçarem-se sobre os mais variados temas: meio ambiente, poluição sonora e ambiental, valorização do corpo, preservação da vida, o perigo das drogas, gravidez na adolescência, o consumo de álcool, o respeito ao próximo, saúde, reciclagem, sustentabilidade, enfim conteúdo para o ano todo. À igreja cabe o resgate de seus fiéis; à escola cabe formar e informar seus discípulos, encaminhando-os para a construção de uma nação consciente e sustentável.

Neste ano a Campanha da Fraternidade é o apelo para a prática do cuidado: com as pessoas, com as famílias, com a sociedade, com o planeta, enfim com tudo o que cerca nossa existência. É preciso entender e viver a vida como um dom e compromisso. Perceber a vida do outro e estar ao seu lado nos momentos que ele precisar, é o nosso compromisso como cristãos.

É necessário que compreendamos com profundidade o significado deste tempo, porque é o momento de avaliarmos nossas ações e atitudes, passadas e presentes, corrigindo os erros, buscando sempre a vivência no Senhor. Façamos da quaresma um tempo de encontro com Deus, para que sejamos e façamos os outros felizes.

Notícias Relacionadas

Massa de ar frio avança e mínima pode ficar abaixo de 5°C durante a noite desta quarta-feira em SC

O dia começa com tempo instável, mas a chuva fica mais reservada durante a manhã e início da tarde.

Carnaval chegando com calor até a manhã de domingo

Tempo bom persiste e as máximas vão chegar perto dos 35 graus.

Plantão judicial mantém atendimento no TJSC e nas 111 comarcas durante o carnaval

Instituído para os dias e horários em que não houver expediente forense normal, o plantão é voltado ao atendimento de medidas judiciais urgentes.

Novos agentes comunitários de saúde de Criciúma tomam posse nesta quarta-feira

Profissionais são responsáveis por realizar visitas nas áreas de cobertura e sugerir melhorias para as comunidades