Geral

O que funciona e o que não funciona no feriado de 141 anos de Colonização de Criciúma

Prefeitura Municipal informa o que vai funcionar nesta quarta-feira, 06 de janeiro

Divulgação

Criciúma comemora nesta quarta-feira (6), 141 anos de Colonização e o feriado irá provocar alterações no funcionamento de algumas repartições públicas e serviços municipais.

Saúde: o Centro de Triagem Coronavírus, localizado próximo ao Hospital São José (apenas referência), a UPA da Próspera, o 24h Boa Vista e o Hospital Materno Infantil Santa Catarina (HMISC) atendem normalmente. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) da rede municipal estarão fechadas.

Paço Municipal Marcos Rovaris: a Prefeitura de Criciúma estará fechada. As atividades serão retomadas na quinta-feira (7), das 8h às 17h.

Coleta de Lixo/Seletiva: a coleta de lixo e o serviço de coleta seletiva serão realizados em horário normal.

Transporte Coletivo: não haverá circulação de ônibus durante o feriado. A normalidade será restabelecida na quinta-feira (7).

Defesa Civil: a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Criciúma (Compdec) atende normalmente. O contato deve ser feito pelo número 199.

Notícias Relacionadas

Lojas de materiais de construção e óticas poderão abrir em SC neste fim de semana

Serviços foram enquadrados como "atividades essenciais" após reunião de equipes da Vigilância Sanitária com forças de segurança e poderão abrir no fim de semana

Tráfego de veículos na Serra do Rio do Rastro segue com bloqueios em março

Aos finais de semana e feriados, o trânsito será liberado.

Hospital Nossa Senhora da Conceição está sem leitos de UTI e enfermaria disponíveis

O boletim recente emitido pelo HNSC mostra que 100 pacientes estão internados na instituição, entre casos suspeitos e confirmados. São 88 casos confirmados (24 em UTI adulto, 01 em UTI pediátrica, 49 em enfermaria e 14 aguardando leito de UTI) e outros 12 em enfermaria aguardando resultado de exames (01 em UTI pediátrica e 11 em enfermaria)

Hospital Santa Otília está com três leitos ocupados

Três pacientes estão dependendo de respiração mecânica no setor de emergência