Geral

‘O tempo que temos para nos preparar melhor é agora’, diz Ministro da saúde sobre o isolamento social

A preocupação de Luiz Henrique Mandetta é não sobrecarregar o SUS e ganhar tempo de estruturar melhor o sistema para atender à demanda de pacientes com coronavírus.

Divulgação

O Ministério da Saúde promoverá reuniões durante a semana com as secretarias estaduais e municipais de saúde para traçar planos que contemplem a saúde e a economia ao mesmo tempo, de forma sincronizada no combate ao coronavírus.

O momento de isolamento social se faz necessário para que o Sistema Único de Saúde (SUS) tenha tempo de preparar melhor a estrutura e os profissionais de saúde, o que deve ajudar a reduzir os casos de pessoas infectadas e, principalmente, óbitos.

“O tempo que nós temos para nos prepararmos melhor é agora. Temos que regularizar o abastecimento correto dos Equipamentos Individuais de Proteção (EPIS) para os profissionais de saúde, caso contrário vamos rapidamente perder força de trabalho e teremos muita dificuldade. Agora temos que poupar o sistema de saúde e não sobrecarregá-lo”, ponderou Mandetta.

Durante a semana, a pasta observará e alinhará os parâmetros conforme a necessidade de cada estado para que economia e saúde andem juntos.

“Onde for preciso apertar ou afrouxar mais nós faremos, mas sempre juntos. Vamos com ética, disciplina e foco. Estou com os cabeças brancas da medicina andando comigo. Agora é hora de unir todo mundo, vamos ter dias difíceis, mas podemos amenizá-los muito”, concluiu o ministro.

Com informações do site Notisul

Notícias Relacionadas

Ministro de Minas e Energia defende futuro sustentável para setor energético em palestra na Satc

Durante visita à Satc, ministro Bento Albuquerque conheceu projeto inédito na América Latina

Unibave renova período de isolamento social por mais sete dias

O atendimento ao público segue pelas plataformas digitais, por tempo indeterminado

Psicólogos podem atender de forma online durante isolamento social

Ferramentas utilizadas variam entre os profissionais

Ministro do STF abre inquérito para investigar declarações de Moro

Ex-ministro pediu demissão e fez acusações contra o presidente