Geral

Obras na Estação de Tratamento de Esgoto de Lauro Müller seguem em ritmo acelerado

A empresa FAST, responsável pela obra, deve concluir a base civil nos próximos 15 dias.

Divulgação

As obras da Estação de Tratamento de Esgoto de Lauro Müller estão a todo vapor. A empresa responsável pela obra é a Fast, que continua trabalhando em ritmo acelerado para entregar a construção.

Nos próximos 15 dias a empresa deve concluir a base civil dos equipamentos da Estação de Tratamento de Esgoto. Após isso, será dado início a montagem dos equipamentos, que tem previsão de conclusão até dezembro deste ano.

A Estação vai contribuir com o saneamento básico em Lauro Müller. A área construída e de urbanização será de 2,5 mil metros quadrados. O recurso para os trabalhos de instalação do sistema de saneamento é proveniente da Caixa (85%) e da Casan (15%).

As obras de implantação de rede estão parcialmente concluídas. A empresa Confer segue fazendo a revisão da rede de esgoto e reparos na pavimentação. São três equipes dedicadas a esse trabalho final. A vistoria contribui para verificar os bairros e ruas contemplados com o atendimento da rede de esgoto. Se alguém não foi e há a viabilidade disso, a implantação da rede ainda será executada.

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Criciúma inaugura dois novos postos de saúde e entrega obras de reforma de unidades aos moradores

Investimentos ultrapassam R$ 1,3 milhão. Primeiras entregas de melhorias estão programadas para sexta-feira (18), nos bairros Cidade Mineira Velha e São Roque

Obras de recuperação da SC-390 começam nesta terça-feira

Assinatura da ordem de serviço, com a presença do Governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira e o Secretário de Infraestrutura do Estado Paulo França, está prevista para acontecer na quarta (26), em Orleans.

Senador garante R$ 40 milhões e obras da Serra da Rocinha não sofrem ameaça

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.