Geral

Obras na SC-442 são retomadas depois de impasse judicial

Empresa responsável terá dois meses para finalizar a pavimentação do trecho

Divulgação

Depois de ficarem paralisadas por pouco menos de um mês, os trabalhos de pavimentação na SC-442, entre Cocal do Sul e Morro da Fumaça, foram retomados nesta semana. Os quase 800 metros do trecho deverão ser finalizados em até dois meses.

De acordo com Fernando de Fáveri, prefeito de Cocal do Sul, impasses judiciais interromperam o andamento das obras. “Tinha uma questão de tubulação da Eliane que precisava ser concluída. Com isso, a empresa que está executando a pavimentação precisou parar para não perder o prazo legal. Ambos os trechos já voltaram à ativa, com a parte de topografia e o início da drenagem. O paralelepípedo antigo está sendo retirado para receber a camada asfáltica”, comenta.

O entrave havia acontecido em frente à empresa Eliane Revestimentos. Uma vez que resolvido, nada impede que os trabalhos retornem ao ritmo acelerado. O secretário de Estado e Mobilidade, Thiago Vieira, visitou Cocal do Sul na última semana e garantiu o empenho do Governo do Estado pela resolução da demanda. O trecho recebeu um investimento de cerca de R$ 8 milhões. Antes, já haviam sido investidos na SC-442 um valor de R$ 28 milhões, do distrito de Estação Cocal, em Morro da Fumaça, até as proximidades da Eliane.

De Fáveri enalteceu a importância de a rodovia ser totalmente pavimentada. “Cocal tem um problema grande de mobilidade urbana, porque a SC-108 corta a cidade. Em horários de pico, o trânsito congestiona. A SC-442 entra como alternativa como escoamento para o transporte da produção das indústrias da cidade. São diminuídos de 30 a 40 quilômetros a distância para os caminhões virem a Cocal. A gente sabe que o Brasil funciona através do transporte terreste. Será uma forma para as empresas daqui desonerarem os custos e terem uma maior competitividade”, salienta o prefeito.

Sobre a obra

A obra inclui a pavimentação no trecho de 762 metros em Cocal do Sul, que passa entre as unidades fabris da Eliane Revestimentos, e de 3,2 quilômetros no contorno do distrito de Estação Cocal. O principal benefício será facilitar o escoamento da produção das áreas industriais situadas na rodovia, além de garantir mais qualidade e segurança à ligação entre os dois municípios. Para Morro da Fumaça, a obra evitará o tráfego de veículos pesados em uma área residencial no distrito de Estação Cocal, já que o projeto prevê um contorno à localidade.

O consórcio Setep-Iguatemi foi o vencedor da licitação e está responsável tanto pela atualização do projeto quanto pela execução da obra. A inauguração está prevista para acontecer na segunda metade de maio.

Notícias Relacionadas

Jovem estaciona carro na frente da casa da namorada e tem surpresa desagradável em SC

Polícia Militar precisou ser acionada por volta das 22h30 desta quinta-feira (26), em Campos Novos, no Meio-Oeste

Polícia Militar prende homem envolvido em tráfico de drogas em Criciúma

A Polícia Militar de Criciúma prendeu ontem, 26, homem envolvido em tráfico de drogas no bairro Jardim Maristela em Criciúma

Empréstimo de carro tem desfecho intrigante em SC

Polícia Militar foi acionada no município de Guaraciaba, no Extremo-Oeste do Estado nesta quinta-feira (26)

Aeroporto no Rio passa a exibir filmes pornôs em totens após ter painéis hackeados

Infraero diz que totens são de responsabilidade de empresa de publicidade