Segurança

Onda de assassinatos em São Francisco do Sul provoca operação das polícias em SC

Cidade teve o início de 2022 com maior número de mortes dos últimos anos

Divulgação

A onda de assassinatos em São Francisco do Sul provocou a Operação Stagnaire na cidade. As polícias Militar e Civil cumprem, nesta manhã de quarta-feira (19), 13 mandados de busca e apreensão e nove mandados de prisão.

Segundo a PM, todos os alvos são suspeitos de participar das mortes ocorridas nos últimos cinco meses na cidade. Com quatro homicídios já registrados, São Francisco do Sul teve o início de 2022 com maior número de mortes dos últimos anos.

De acordo com o comandante do 27º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Jaílton Franzoni de Abreu, em dez anos que atua na cidade, nunca tinha presenciado tantos assassinatos em apenas 10 dias.

O comandante cita que, em 2016, o município até bateu recorde ao ultrapassar dos 30 homicídios. No entanto, o número foi registrado ao longo do ano.

— Desde o final de novembro pra cá, foram dez homicídios na cidade. Em todo 2021, foram cerca de 15 assassinatos. Então, em um mês, foi muita morte. Nunca tinha visto esse número considerável no tempo que estou aqui. É quase uma morte por dia — destaca o comandante.

A ação está em andamento e já conta com duas armas de fogo e seis quilos de drogas apreendidos. Participam da operação 80 policiais, entre militares e civis, além do canil e os helicópteros da PM e PC.

Relembre os casos

O primeiro homicídio de 2022 em São Francisco do Sul aconteceu no dia 2 de janeiro. A vítima era um homem de 39 anos que foi morto a tiros por volta das 22h30, no Centro Histórico da cidade.

Quatro dias depois, no dia 6, a segunda vítima foi morta, também a tiros. O homem, de 54 anos, foi baleado durante a noite, no bairro Tapera. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu no hospital.

Já na madrugada do dia 10, um jovem de 24 anos foi morto a tiros em uma rua próxima do porto da cidade. Segundo a polícia, o homem era morador de rua. Segundo testemunhas, um Tucson preto se aproximou da vítima e, de dentro do carro, um homem teria efetuado os disparos com uma pistola calibre 360.

Em seguida, o suspeito fugiu do local, mas foi localizado cerca de 15 minutos após cometer o crime. Durante a abordagem, os policiais encontraram a pistola com munições embaixo do banco do veículo. O suspeito, de 27 anos, foi preso em flagrante.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

UniSatc apresenta projetos aprovados para a turma de 2022 do Cocreation Lab

Evento fez parte do Noites de Inovação e contou com bate-papo sobre investimentos em startups

Coração viaja 200 km de helicóptero para ser transplantado em SC

Para o coordenador do projeto, o médico Joel de Andrade, o tempo é um fator essencial para este tipo de operação

Quadrilha suspeita de sequestrar caminhoneiros é presa em SC

A partir da investigação da DIC de Joinville, sete pessoas foram presas nesta sexta-feira; três caminhoneiros em cativeiro foram libertados

Covid: ministério recomenda dose de reforço para adolescentes

Imunizante deve ser aplicado quatro meses após segunda dose