Trânsito

Operação Independência fiscaliza rodovias federais até amanhã

PRF recomenda a motoristas atenção a pneus e limpadores de para-brisa

Divulgação

Casos de embriaguez ao volante e ultrapassagens proibidas e de excesso de velocidade estão na mira do Polícia Rodoviária Federal (PRF), que realiza até amanhã (7) a Operação Independência nas rodovias federais de todo o país. Além da fiscalização específica de motocicletas e das condições de conservação dos veículos, os agentes estão atentos ao uso correto do cinto de segurança, do capacete e dos dispositivos de retenção para crianças, bem como do uso de telefones celulares pelos condutores dos veículos.

Como durante feriados prolongados, como o da Independência,o fluxo de veículos aumenta significativamente nas estradas, a PRF fará reforço concentrado de policiamento em locais e horários de maior incidência de acidentes graves e de criminalidade.

A Polícia Rodoviária Federal também alerta ainda sobre pontos como o tempo de direção e o de descanso do motorista profissional. “Em virtude do tamanho e peso maiores dos veículos de carga, os acidentes que envolvem esses veículos geralmente têm maiores proporções e geram maior gravidade das lesões ou a morte dos envolvidos, o que faz com que haja uma maior preocupação com o estado de conservação destes veículos”, explica a PRF.

Os policiais rodoviários também intensificarão abordagens focadas nas informações do serviço de inteligência e de ferramentas de comunicação, para prender criminosos, recuperar veículos roubados e retirar de circulação armas ilegais, drogas e produtos contrabandeados.

Recomendações

Para garantir viagens seguras, a Polícia Rodoviária recomenda que os motoristas façam revisão do veículo antes de pegar a estrada. Pneus, inclusive o estepe, palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização devem estar em ordem.

Outra dica importante é planejar a viagem. Programar paradas em locais adequados para abastecimento, alimentação e descanso. O acostamento deve ser usado apenas para situações emergenciais. A PRF alerta ainda para mistura perigosa e criminosa que é dirigir sob efeito de álcool. Atenção na rodovia e respeitar a sinalização e os limites de velocidade, também são quesitos indispensáveis.

Os motoristas precisam manter sempre os faróis ligados para que o veículo fique mais visível aos demais condutores e pedestres. O cinto de segurança é obrigatório para todos os ocupantes do veículo, e não apenas para os passageiros que viajam no banco da frente.

A cadeirinha é obrigatória, no caso de transporte de crianças. Para casos de emergência e necessidade de apoio da PRF, basta ligar para 191.

Com informações da Agência Brasil

Notícias Relacionadas

Covid-19: número de casos e óbitos tem maior queda em 2021

Apenas uma capital está com taxa superior a 80%: o Rio de Janeiro

SC tem motivos para se preocupar com o tsunami no Brasil? Entenda

O vulcão, parado há 50 anos, passou a apresentar atividades sísmicas mais fortes desde o último sábado (11) e está em sinal de alerta. Caso entre em erupção, pode gerar um tsunami que atingirá o Brasil

Handebol de Criciúma disputa fase regional do Campeonato Brasileiro Sub-16

Grupo busca neste sábado a classificação para a etapa final da competição

Veículo alugado e não devolvido é recuperado pela PRF na BR-101, em Tubarão

O motorista, de 32 anos, alegou ter locado o veículo em 2019 para trabalhar como motorista autônomo, e que não sabia da condição do veículo