Geral

Organizações da Sociedade Civil formam o Núcleo do Terceiro Setor em Criciúma

Entidades atuam há décadas e hoje contam com o apoio da ACIC para instalar o Núcleo

Divulgação

Elas são referência no apoio às questões sociais em Criciúma e região. Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que se unem para atuar em conjunto e fortalecer ainda mais suas ações. Sete delas dão início ao Núcleo do Terceiro Setor, com o suporte da Associação Empresarial de Criciúma (ACIC). Fazem parte Apae de Criciúma, Asilo São Vicente de Paulo, Abadeus, Associação Beneficente Nossa Casa, Bairro da Juventude, Casa Guido e Desafio Jovem de Criciúma.

O Núcleo tem como objetivos estimular a troca de experiências, ampliar o conhecimento do trabalho que é feito e fortalecer o terceiro setor, fomentando e desenvolvendo projetos. “Nossa intenção é fazer com que as pessoas compreendam mais o trabalho realizado, fortalecendo os serviços e mostrando um pouco mais do quanto eles são relevantes”, pondera o coordenador do Núcleo do Terceiro Setor, Vânio de Oliveira, presidente do Desafio Jovem de Criciúma.

As primeiras reuniões do grupo iniciaram em 2021, trazendo representantes das sete instituições que atuam em áreas distintas da questão social, dando suporte às demandas cada vez mais urgentes. “É um serviço imprescindível à sociedade. É importante que as pessoas entendam que o trabalho que realizamos hoje teria um custo 3, 4 vezes maior se fosse feito pelo poder público”, destaca.

Outro foco é trazer novas entidades para o Núcleo. Duas já foram incorporadas ao grupo agora em novembro, a Sociedade Cultural Cruzeiro do Sul e a Rede Feminina Içara.

Apoio da ACIC fortalece ações

A intenção das entidades é trazer problemas que hoje são comuns para uma solução conjunta. Conforme o coordenador, o incentivo da ACIC foi o apoio que faltava para formar essa união. “O Núcleo tem abrangência regional e, pelo que conseguimos apurar, é um dos primeiros do Brasil nesse formato, construído dentro de uma Associação Empresarial”, afirma.

Um dos pontos em comum entre as instituições é a captação de recursos para a manutenção dos serviços e ampliação de ações. “Precisamos sair da fase do pires e do chapéu na mão. A busca de recursos é um dos principais desafios”, ressalta Oliveira.

Primeira capacitação

Na próxima terça-feira (16) já ocorre a primeira ação proposta pelo Núcleo do Terceiro Setor. O objetivo é capacitar lideranças de entidades do terceiro setor para fazer projetos que possam ser contemplados dentro do Programa de Incentivo à Cultura (PIC), do Governo do Estado.

O coordenador de Mobilização de Recursos do Bairro da Juventude, Carlos Roberto Roncaglio, fará a capacitação para os representantes das OSCs. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo link. A palestra inicia às 19h no auditório Diomício Vidal, na ACIC.

Notícias Relacionadas

Natal Show da Educação em Braço do Norte é cancelado

A medida se faz necessária para cumprir as Portarias n. 1303/2021 e n. 1305/2021, ambas da Secretaria de Estado da Saúde

Satc lança curso de elétrica para funcionários de cooperativas

Curso, que terá seu início em março de 2022 é destinado a técnicos, engenheiros ou pessoas que interagem em manutenção e construção de redes de energia elétrica

PP de Lauro Müller promoverá Convenção Municipal nesta quinta-feira

O evento ocorrerá a partir das 19h30min, no Balneário Godinho, e contará com a presença de lideranças estaduais.

Cidades de SC alteram programação de Réveillon após portaria com novas regras para eventos

Protocolo do governo proíbe eventos com mais de 500 pessoas e que provoquem aglomerações