Saúde

Paciente do HSJosé recebe visita especial

Com todos os cuidados necessários de segurança e higiene, a cachorrinha Lilica trouxe alegria ao senhor Frederico Lucas Minatto, de 92 anos

Divulgação

Uma das maiores dificuldades de quem enfrenta a Covid-19 é o isolamento e a distância da família, dos amigos e de quem se ama. As angústias e as aflições trazidas pela doença se intensificam ainda mais quando não é possível manter as relações que eram comuns no dia a dia. Assim é com o senhor Frederico Lucas Minatto, de 92 anos. Internado há nove dias no Hospital São José de Criciúma para o tratamento da Covid-19, além da distância dos filhos e de toda a família, a saudade da cachorrinha Lilica que há 10 anos é sua companheira diária se tornou ainda mais forte com o passar dos dias. Como forma de amenizar este sofrimento, com todos os cuidados de segurança necessários e com a mobilização dos profissionais do HSJosé, Frederico recebeu uma visita especial na instituição.

“Eles são muito apegados um ao outro e às vezes fazíamos chamada de vídeo para os dois se verem. Mesmo assim, ele estava sempre perguntando por ela. Eu e minha irmã comentamos que seria tão bom se conseguíssemos trazer a Lilica no hospital. Cogitamos até trazer escondida dentro de uma bolsa”, conta sorrindo a filha Fernanda Minatto.

No entanto, nesse domingo, dia 24, com o apoio da equipe médica e de enfermagem, a visita pode ser realizada. “O quadro de saúde do meu pai piorou e resolvi falar com o médico se haveria a possibilidade de trazer a Lilica para ele ver, pois tinha certeza que ele iria gostar. O médico disse que iria verificar e em pouco tempo ele retornou no quarto e disse que estava liberada a entrada da Lilica. Fiquei extremamente feliz, e já liguei para minha irmã providenciar a caixinha de transporte e tudo o que era necessário para que a Lilica pudesse ver o pai de forma segura”, conta Fernanda.

Além da solicitação do médico, foram necessárias que fossem tomadas medidas de segurança tanto para a proteção do cachorrinho, como também do paciente. Todo o transporte foi realizado em caixa apropriada, além da higienização das patinhas que também foram realizadas.

“A reação do meu pai foi a melhor possível. Não só ele ficou emocionado, como a Lilica também. Tivemos que acalmá-los, porém, para a nossa alegria e por mais incrível que possa parecer, a saturação do pai começou a subir e a comoção foi geral. Foi um momento muito especial. Meu pai estava muito depressivo, choroso, pedindo que acabasse logo esse sofrimento. Posso dizer que não sabemos qual vai ser o desfecho, mas estamos muito esperançosos e a Lilica é uma das responsáveis por isso, pois trouxe felicidade para ele”, comenta Fernanda emocionada.

Divulgação

Notícias Relacionadas

Homem sofre choque elétrico após encostar barra de alumínio em rede de alta tensão em Içara

Ele estava sobre o telhado da edificação comercial durante o acidente de trabalho e sofreu queimaduras elétricas de 3° grau.

Brasil permanece na vice-liderança do ranking de seleções da Fifa

Bélgica continua líder e Inglaterra assume a terceira posição

São Ludgero compra nova ambulância com destinação de emenda parlamentar do deputado Júlio Garcia

O investimento total foi de R$ 179.000,00

Projeto Arte nas Escolas e Comunidades já reúne mais de 1,3 mil alunos de Criciúma

Iniciativa proporciona aulas de balé, artes circenses, música, fanfarra e teatro para os estudantes de 27 escolas da rede municipal