Segurança

Pai e filho são suspeitos de tentar matar homem em SC

De acordo com a PM, o irmão da vítima foi morto há cerca de um ano pelos mesmos suspeitos

Giroflex PM foto noturna

Divulgação

Uma tentativa de homicídio foi registrada neste sábado (4), por volta das 15h30, na cidade de Leoberto Leal, município localizado a aproximadamente 140 quilômetros de Florianópolis. A PM (Policia Militar) foi acionada por populares que informaram que um homem teria atirado em outro.

Quando a guarnição chegou ao local do crime, constatou que a vítima era um homem de 43 anos que recebeu os primeiros socorros do Corpo de Bombeiros e, após, foi conduzido ao Hospital Bom Jesus, em Ituporanga, onde precisou passar por uma cirurgia.

Com informações sobre o autor dos disparos, a PM deu sequência nas buscas e conseguiu encontrar dois suspeitos: pai e filho. O filho tem 27 anos e a idade do pai não foi revelada.

Junto com os suspeitos foram encontradas duas armas de fogo de modelo artesanal sendo uma de calibre .38 e outra calibre .36, além de uma faca de aproximadamente 30 centímetros.

A PM ainda informou que os envolvidos têm uma briga antiga. No ano passado, o autor dos disparos deste sábado matou o irmão da vítima com uma arma branca. A central não soube informar o motivo da desavença.

Prestaram apoio na ocorrência viaturas de Ituporanga, Vidal Ramos e Imbuia, além da guarnição de Leoberto Leal.

Com informações do ND+

Notícias Relacionadas

Homem que tentou matar a ex com golpes de machadinho enfrentará júri popular em Içara

O crime ocorreu no dia 6 de setembro de 2018, por volta das 17h, em Içara.

Suspeito de incendiar casa e matar mulher e criança é preso em Tubarão

O crime ocorreu no dia 31 de dezembro de 2019 e foi solucionado pela Polícia Civil.

Marido morre em acidente de carro três dias após suspeita de matar mulher a tiros em SC

Colisão contra caminhão ocorreu nesta segunda na BR-116. Mulher foi encontrada morta na sexta, atingida por três disparos na cabeça.

Operação ‘Feliz Mano Novo’ prende suspeitos de tráfico de drogas, homicídios e roubos

Quadrilha investigada é do Rio Grande do Sul e estaria se instalando em municípios catarinenses, de acordo com a Polícia Civil.