Geral

Pais protestam contra edital de matrícula em Içara

Renda das famílias como critério para conseguir vaga integral em creches de Içara incomoda população.

Foto: Angelica Brunatto / DN

Pais e crianças ocuparam o plenário da Câmara de Vereadores de Içara. Eles protestavam contra o edital de matrículas para 2018 na rede municipal de ensino e manifestaram para tentar garantir vagas no período integral aos filhos pequenos.

De acordo com uma das mães que estavam na manifestação, Simone Heckler, o edital prevê uma série de questões que os pais são contrários. O principal é a questão das vagas para o período integral na Educação Infantil. “Um dos critérios para ocupar essa vaga é o limite de R$ 900 por pessoa na família”, expõe. Segundo ela, o valor baixo impossibilita que pais que trabalhem o dia inteiro para manter a família possam deixar as crianças na escola durante todo o dia.

Outro ponto levantado pela mãe é o pagamento de aluguel no desempate para concorrer à vaga. “Aqueles que financiaram uma casa em 30 anos e não pagam aluguel correm o risco de perder a vaga. E apenas saberemos se nossos filhos foram contemplados em dezembro”, afirma.

Reunião será realizada

O edital coloca os dias 20 e 30 de novembro como o período designado para as matrículas. Contudo, segundo Simone, é necessário apresentar o número do RG e CPF das crianças. Mãe de um menino de 4 anos e meio, ela corre contra o tempo para conseguir ter estes documentos em mãos. “Para fazer estes documentos leva em torno de 15 dias e ainda tem que agendar um horário”, salienta.

Contudo, um encontro entre pais, vereadores e a Secretaria de Educação de Içara será realizado no próximo dia 8. O objetivo é debater as questões do edital. A Justiça já determinou que todas as crianças devem estar na educação infantil, independente da renda.

Com informações do Portal DN Sul

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Santa Catarina salta 16 posições e está entre os estados com menor incidência da doença no país

As estratégias de isolamento social e combate ao coronavírus levaram Santa Catarina a avançar para posição de destaque nacional no enfrentamento à pandemia.

Estacionamento e obra parada são alvos de protesto em Laguna

Governador Carlos Moisés autoriza edital para projeto de construção de ponte que liga Laguna à SC-100

Santa Catarina tem menor taxa de desocupação e de pessoas na informalidade do país, aponta IBGE

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD-Covid 19) também apontou que a proporção de domicílios que receberam algum auxílio emergencial passou de 43% em junho para 44,1% em julho