Reflexão

Papa critica a ganância por bens materiais e pede mais simplicidade na Missa do Galo

Francisco sugere que o homem tenha momentos de reflexão sobre a necessidade de uma vida cheia de supérfluos e aprenda a compartilhar. Para ele, é preciso superar o egoísmo e o consumismo.

Foto: Reuters

O papa Francisco apontou para a “ganância insaciável” e a ostentação de bens materiais durante a Missa do Galo celebrada nesta segunda-feira (24), na Basílica de São Pedro, no Vaticano. Para ele, o homem deve refletir sobre a necessidade do supérfluo.

Durante a homilia, o papa citou os costumes egoístas aderidos pela humanidade, citando que “os alimentos do mundo não saciam o coração” e que, para muitos, a vida consiste em possuir bens materiais.

Para ele, o homem deve passar por momentos de reflexão: “será verdade que preciso de tantas coisas, de receitas complicadas para viver? Quais são os contornos supérfluos de que consigo prescindir para abraçar uma vida mais simples?”

Francisco completou dizendo que é preciso superar o egoísmo e evitar cair “na mundanidade e no consumismo”.

“Diante da manjedoura, compreendemos que não são os bens que alimentam a vida, mas o amor; não a voracidade, mas a caridade; não a abundância ostentada, mas a simplicidade que devemos preservar”, disse ainda.

Francisco não só criticou a ostentação em abundância e indicou caminhos para a simplicidade, mas também falou sobre dividir o pão – ou seja, as pessoas não só acumulam riquezas e as ostentam, mas também não ajudam quem vive em más condições. “Não devorar e acumular, mas partilhar e dar”, apontou o papa.

Com informações do G1

Notícias Relacionadas

Vídeo: Corpus Christi é celebrado com missa e procissão em Orleans

Fieis estiveram mobilizados na preparação dos tapetes e na participação das celebrações religiosas, nesta quinta-feira (31).

Cultura Acic propõe reflexão sobre a cidade de Criciúma

Primeiro encontro ocorrerá no dia 19 de abril com a presença de convidados especiais.

Então é Natal…

A colunista e professora Ana Maria Dalsasso faz uma reflexão sobre o real significado do Natal e como o momento é dominado pelo consumismo.

Médica catarinense que morreu após câncer, deixa carta de despedida com reflexões e conselhos: ‘A vida é hoje’

'Tomem as rédeas de suas vidas' e 'Vivam, cada um é dono da sua trajetória' foram algumas das lições deixadas por Larissa Andressa Medeiros, de 40 anos.