Política

Partido do governador eleito Moisés, PSL terá segunda maior bancada na Alesc

Apoios ainda não foram oficializados, mas maior parte dos deputados catarinenses é de partidos de centro-direita.

Foto: Divulgação

O governador eleito Carlos Moisés da Silva – PSL deve se encontrar nesta segunda-feira (29) com o governador Eduardo Pinho Moreira – MDB para iniciar os detalhes de transição do poder, que serão divulgados nos próximos dias.

A informação é da assessoria de imprensa de Moisés. Ele deve governar Santa Catarina com apoio na Assembleia Legislativa pela maioria dos partidos de centro-direita, mas as alianças ainda estão em definição.

“Nosso projeto é fazer a reforma administrativa ainda no governo atual para encaminhar à Assembleia Legislativa, para que depois de desenhado esse formato de Estado que temos interesse em trabalhar, que é um formato inclusive pregado pelos nove candidatos que concorreram conosco. Com a diminuição da máquina pública, diminuição do número de secretarias, de cargos comissionados, para que com esse formato apresentado se comece a definição de nomes”, disse o governador eleito nesta segunda.

Moisés ainda afirma ter toda a equipe de governo formada, com nomes, mas que não vai adiantar informações até a equipe “estar pronta para começar o trabalho”.

O governador Pinho Moreira informou que vai ceder o secretário da Fazenda, Paulo Eli, para comandar a equipe de transição e que uma sala do governo está reservada para os trabalhos.

“Será uma transição absolutamente transparente, clara, feita com o intuito de ajudar. Serei parceiro de Santa Catarina e naturalmente vendo a votação dele, mais de 71% dos votos de Santa Catarina, isso mostra que nós temos que ajuda-lo e participar do seu sucesso”, disse Pinho Moreira.

Apoios

Moisés informou que os apoios que recebeu de outros partidos foram por meio de redes sociais e que agora vai começar a desenhar as alianças. A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) tem 40 deputados estaduais e a maior bancada da nova composição será do MDB, com nove cadeiras, e na sequência a do PSL, com seis.

“Até pela corrida na eleição, não tivemos tempo de sentar com ninguém. Mas a sensação que a gente tem é que as pessoas entenderam que o eleitor quis a renovação e é natural receber esses apoios. A Assembleia Legislativa também se renova ano que vem e estamos confiantes de que as coisas se caminharão com tranquilidade, inclusive com a disponibilidade do governo na transição”.

A reportagem procurou os deputados eleitos e seu partidos. Até a publicação desta notícia, o cenário ainda não era claro e nem todos as siglas atenderam as ligações. No MDB, a executiva estadual ainda ia se posicionar. O PSDB disse que ainda não tinha prazo para decidir uma posição. No PSD, ainda não havia definido um posicionamento, com apenas o deputado eleito Milton Hobus cravando ser de oposição.

Veja a composição da Assembleia Legislativa

Foto: Arte / NSC TV

MDB – 9
PSL – 6
PSD – 5
PT – 4
PP – 3
PR – 3
PSB – 3
PDT – 2
PSDB – 2
PRB – 1
PSC – 1
PV – 1

Com informações do site G1/SC

Notícias Relacionadas

Coronavírus em SC: Governador lista doações recebidas e agradece generosidade dos catarinenses em meio à pandemia

As doações incluem itens de higiene e equipamentos de proteção individual (EPIs) para os profissionais que atuam na linha de frente no combate à Covid-19.

Coronavírus em SC: Governador planeja retomada gradativa da atividade econômica e projeta 713 novos leitos de UTI

O objetivo é adequar as medidas de isolamento à necessidade dos catarinenses com segurança.

Em Laguna, governador autoriza emissário terrestre para a praia do Mar Grosso e libera recursos para hospital

A projeção da Casan é que o empreendimento fique pronto em janeiro de 2020. O emissário é uma rede de 2.718 metros de extensão e diâmetro de 315 milímetros, com tubos de polietileno.

Governador sanciona lei que isenta colaboradores da Justiça Eleitoral e jurados de taxas de inscrição para concurso público

Após sancionar o texto, que vale para concursos no âmbito da administração estadual, o governador destacou que a lei é inovadora e poderá ser copiada por outros estados da federação.