Geral

Parto raro é realizado no Hospital Materno-Infantil Santa Catarina de Criciúma

A mãe e os recém-nascidos passam bem.

Divulgação

O Hospital Materno-Infantil Santa Catarina, em Criciúma, realizou nesta quinta-feira, 5, um procedimento raro: o parto normal de gêmeos e, mais do que isso, de um dos bebês empelicado, ou seja, ainda na bolsa e envolto no líquido amniótico. Na grande maioria das vezes, o parto gemelar é feito por cesariana e com rompimento da bolsa.

Os gêmeos Brayan e Emanuel são filhos de Keila Barbon Henrique e de Gilmar Concatto da Silva, que moram em Forquilhinha, cidade vizinha a Criciúma. Brayan nasceu às 9h32min com 2,546 quilos e 44 centímetros; Emanuel, às 9h41min, com 2,346 quilos e 44,5 centímetros – e ainda na bolsa amniótica. A literatura médica aponta que o chamado parto empelicado ocorra uma vez a cada 80 mil nascimentos.

“Parto empelicado é quando o bebê nasce dentro da bolsa de líquido amniótico, sem rompê-la. Enquanto o bebê está dentro da bolsa, ele continua recebendo todos os nutrientes e oxigênio através do cordão umbilical, não existindo qualquer risco para a sua sobrevivência. No entanto, ele precisa ser retirado da bolsa para que o médico possa avaliar se está saudável”, explica o doutor Allan Fagundes Pacheco, coordenador de ginecologia e obstetrícia do hospital. A mãe Keila e os recém-nascidos passam bem.

Além do doutor Alan, a equipe médica responsável pelo procedimento foi integrada pelas obstetras Camila Martins Bilésimo e Mariane Marinho de Souza, pela pediatra Fernanda Naspolini Bastos e pela residente em pediatria Fabiane Rosa e Silva. Administrado pela organização social Ideas em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, o hospital Santa Catarina é referência materno-infantil na região da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec).

Divulgação

Notícias Relacionadas

Criciúma fecha outubro com 695 novas vagas de emprego

Município alcança, mais uma vez, saldo positivo na geração de emprego. No mês de setembro, o saldo foi de 597 novas vagas

Julgamento do 1º pedido de impeachment contra governador de SC ocorre nesta sexta

Integrantes do tribunal especial de julgamento decidem se Carlos Moisés volta ao posto ou perde o cargo. Defesa nega que houve crime e acredita na absolvição.

Júri popular em Orleans condena homem por tentativa de homicídio qualificado

De acordo com a denúncia, os crimes aconteceram em abril de 2019, no bairro Pindotiba, na cidade-sede da comarca.

Geração de empregos em outubro é a maior do ano na região

Na soma, 12 municípios abriram 1.663 postos de trabalho com carteira assinada, superando a marca de agosto (1.473), até então o melhor desempenho de 2020.