Geral

Paulo Koerich é exonerado do comando da Polícia Civil de SC

Koerich foi o primeiro nome indicado pelo governador na montagem da sua gestão, no final de 2018

Divulgação

O delegado Paulo Koerich não é mais o delegado-geral da Polícia Civil de Santa Catarina. Ele foi exonerado da função nesta quinta-feira (16) pelo governador Carlos Moisés da Silva (sem partido). Em comunicado oficial, o governo confirmou a mudança. No lugar dele assume o delegado Laurito Akira Sato, que já chefiou a Deic.

Koerich foi o primeiro nome indicado pelo governador na montagem da sua gestão, no final de 2018. À época, a nomeação surpreendeu justamente por ter sido a primeira diante de outras áreas. Mesmo assim, predominou ali a confiança do governador no delegado, que foi indicado por pessoas próximas a Moisés.

Os bastidores apontam que após a Reforma da Previdência, o clima dentro do governo já não era mais o mesmo para Koerich. Isso porque, a Polícia Civil foi uma das categorias que mais reagiram às mudanças propostas pelo núcleo duro do Executivo. A chegada de Akira Sato aponta para um nome técnico na função, assim como o agora ex-chefe do posto também era conhecido. Atualmente ele comandava a Central de Plantão Policial (CPP), no bairro Trindade.

A nomeação dele surpreendeu o meio policial por dois motivos: uma saída de Koerich até era esperada, mas ocorreria em dezembro, e o subtituto esperado dele era o delegado Fernando Callfass, o atual número 2 da Polícia Civil. Callfass é indicado pelo deputado estadual Maurício Eskudlark (PL), que é aposentado da corporação.

O governo emitiu uma nota oficial:

O delegado de Laurito Akira Sato assume a partir desta sexta-feira, 17, o cargo de delegado-geral da Polícia Civil em Santa Catarina.

O governador Carlos Moisés agradece pelo excelente trabalho do delegado Paulo Norberto Koerich, que desempenhou a função desde 2 de janeiro de 2019. Sua atuação como delegado-geral, em todo esse período de governo, e como presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, no ano de 2020, contribuiu para que Santa Catarina registrasse redução histórica nos índices de criminalidade.

Akira Sato tem larga experiência na Polícia Civil. Entre outras funções, foi diretor da Academia de Polícia de Santa Catarina (Acadepol) e da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), além de delegado regional de Polícia em Joinville.

Carlos Moisés deseja sucesso ao delegado Akira na missão de dar continuidade ao trabalho exemplar desempenhado pela Polícia Civil de Santa Catarina.

Por fim, o governador deseja sucesso ao delegado Paulo Koerich nos novos desafios que a vida lhe trouxer.

Com informações do NSCTotal / Ânderson Silva

Notícias Relacionadas

Ciclofaixa ganha destaque em Braço do Norte

De acordo com o prefeito, Beto Kuerten Marcelino, uma das metas estipuladas pela gestão para 2021 era acentuar o embelezamento, limpeza e sinalizações.

PRF flagra 9 toneladas a mais em uma única carreta na BR-101, em Araranguá

O excesso de peso aumenta o risco de acidentes, pois sobrecarrega o sistema de suspensão e freios do veículo.

Prefeitura de Braço do Norte injeta mais de R$ 1,4 mi com 1ª parcela do 13º dos servidores

A segunda parcela do 13° será paga em dezembro, junto com a folha de pagamento.

Coorsel e Caravana Mulher Atitude promovem 5ª edição da Noite Rosa, em Orleans

Parceria entre a cooperativa e a vereadora orleanense Mirele Debiasi e a Rede Feminina é gratuita e contará com a participação de dois palestrantes.