Educação

Peça teatral “Inocência Roubada” apresentada nas escolas de São Ludgero visa combater a Violência e Exploração Sexual Infanto-Juvenil

A peça teatral “Inocência Roubada” é apresentada pela professora Mabel da Silva e a boneca Nina como personagem, levando uma linguagem simples e de forma lúdica para os estudantes

Divulgação

Com o objetivo de conscientizar e combater a Violência e à Exploração Sexual Infanto-Juvenil, dia celebrado em Santa Catarina hoje, sexta-feira, 24 de setembro, São Ludgero está oportunizando através da Secretaria de Assistência Social e Habitação, em parceria com a Secretaria de Educação, Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e Adolescentes (CMDCA) a apresentação da peça teatral “Inocência Roubada” nas escolas das Redes Municipal, Estadual e Particular de Ensino, Escola da Apae e para crianças e adolescentes que frequentam o Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Visitas a departamentos públicos e estabelecimentos diversos também estão acontecendo. A ação iniciou no dia 20 e vai até o dia 30 de setembro. O investimento é através do Fundo da Infância e da Adolescência (Fia).

A peça teatral “Inocência Roubada” é apresentada pela professora Mabel da Silva e a boneca Nina como personagem, levando uma linguagem simples e de forma lúdica para os estudantes. Durante as apresentações e visitas, está sendo distribuída marca-página alertando que “Quem não denuncia também violenta!” com os nomes de órgãos e contatos telefônicos para oficialização de denúncias.

A Secretária de Assistência Social e Habitação, Patrícia Ferreira, faz questão de agradecer aos conselheiros do Fundo da Infância e Adolescência (Fia) que aprovaram no mês de maio o investimento e todas as instituições e órgãos que estão envolvidos no desenvolvimento do projeto. “Com ações como estas, estamos contribuindo em muito com o trabalho de conscientização e prevenção no combate a violência e exploração sexual infanto-juvenil em nossa cidade”, pontua.

Saiba quais órgãos e contatos que recebem denúncias:

Disque Direitos Humanos – 100

Conselho Tutelar – 3657 1846

Secretaria de Assistência Social e Habitação – 3657 0017

Proteção Especial – 99851 2238

Polícia Militar – 190

Corpo de Bombeiros – 193

Pronto Atendimento – 3657 1257

Notícias Relacionadas

Engenheiro da Famor esclarece aos vereadores de Orleans sobre trabalhos realizados

Na Ordem do Dia, foram aprovados Projeto de Lei Complementar, Moção de Apoio, Requerimento e Indicação.

Um projeto de lei e seis proposições pautam sessão do Legislativo de Lauro Müller

Atletas de Muay Thai, Karatê e Jiu Jitsu de Criciúma conquistam pódio em competições

Disputas foram no Rio de Janeiro e em Videira

“Ela era o tesouro da vida dele”, diz tia de policial morto pela filha em SC

Neife Werlang, de 46 anos, foi morto na sexta-feira (18) em São Miguel do Oeste; duas suspeitas estão apreendidas em Chapecó