Geral

Período de férias é indicado para adquirir novos hábitos

Para quem procura relaxar e adquirir conhecimento, ler livros é uma das opções mais indicadas

Divulgação

Férias é uma única palavra, mas traz consigo muitos significados. O tempo livre neste período pode ser sinônimo de descanso, conhecer novos lugares ou, também, de adquirir novos hábitos. Para quem procura relaxar e, ainda, adquirir conhecimento, a leitura é uma das opções mais indicadas, pois estimula a imaginação e pode ser colocada em prática em momentos de repouso.

Normalmente, tranquilidade e atividades agradáveis são aspectos que marcam o período de férias. Segundo a professora de Língua Portuguesa e Redação do Colégio Satc, Andreia Moretto, colocar a leitura em dia é uma atividade ao mesmo tempo relaxante, educativa, desbravadora e instigante.

“Para ser relaxante, a leitura deve impulsionar reflexões; é educativa quando os conteúdos trazem informação sobre distintas áreas do conhecimento; pode ser desbravadora pois é uma forma de descobrir novos autores, títulos e editoras; e é instigante porque sempre fica o desejo de querer saber o que vem na próxima página, capítulo ou livro”, descreve a professora.

Estimulando a leitura

No momento da leitura, a única regra é encontrar um lugar aconchegante e estar disposto à entrega naquele momento. Isso porque, conforme Andreia, ler é ter a oportunidade de experimentar novas sensações. “A leitura pode levar a lugares incríveis e fazer o leitor vivenciar emoções angustiantes e alegres, às vezes, dolorosas à alma, mas ricas em experiências”, detalha.

São emoções que a jornalista Beatriz Formanski conhece bem. Somente em 2020, ela leu 24 livros. “Descobri esse amor pela leitura quando percebi que o hábito não tinha que ser, necessariamente, uma obrigação, e, sim, algo que me proporcionasse bons momentos”, conta.

A jornalista leu o equivalente a dois livros por mês, mas isso não significa que tenha sido planejado. Segundo ela, o segredo é, transformar a leitura em um hábito, mas que seja prazeroso e não acompanhado de cobranças. “Teve mês que li cinco livros assim como também teve períodos que não li um sequer, porque eu, simplesmente, não estava a fim. Ninguém é obrigado a ler um capítulo por dia, ou seguir um cronograma…eu leio quantos eu quiser ler”, ressalta.

Para quem pretende iniciar o hábito de ler nas férias, o recomendado é escolher as obras por gosto e afinidade. Existem também opções tecnológicas, que facilitam a leitura e dispensam a obrigatoriedade de livros impressos.

Notícias Relacionadas

Plataforma de Inovação será lançada na segunda-feira (08/03)

Força tarefa resgata 18 pessoas em situação análoga à de escravidão e outras em trabalho clandestino em SC e no RS

Uma operação em propriedades de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, tendo como base o município de Lages, encerrou na última terça-feira com um saldo de 25 trabalhadores em situação análoga à de escravo e/ou na clandestinidade.

Pavimentação: rua Osvalda Cunha recebe camada asfáltica

Hoje foi dia do bairro São Francisco de Assis, rua Osvalda Cunha, receber a pavimentação

Grão-Pará realiza Drive Thru de vacinação para idosos acima de 85 anos

Também foi deslocada uma equipe para vacinar idosos acamados, da mesma faixa etária, no centro e no interior do município.