Geral

Petrobras anuncia redução de 15,28% no preço do diesel nas refinarias

Corte ocorre após ANP divulgar novos preços de referência para o combustível, que passou a ser subsidiado pelo governo após a greve dos caminhoneiros.

Foto: Divulgação

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira (29) uma redução de 15,28% no preço do diesel nas refinarias. O corte ocorre após a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) divulgar novos preços de referência para a comercialização do diesel, que passou a ser subsidiado pelo governo após a greve dos caminhoneiros.

Com o corte, o preço médio do litro do diesel nas refinarias cairá de R$ 2,1228 para R$ 1,7984 a partir desta quinta, a menor cotação desde meados de março, segundo a agência Reuters.

Na noite da véspera, a ANP anunciou uma redução de até 15,59% nos novos preços de referência para o diesel, para o período até 15 de dezembro, que recuaram para valores entre R$ 1,7546 e R$ 1,9006 por litro de região para região.

A redução ocorre em meio a uma forte queda no preço do petróleo nos mercados internacionais. Desde o começo de outubro, o preço do barril já acumula queda de mais de 30%, caindo abaixo do patamar de US$ 60. Na véspera, o barril do tipo Brent fechou em queda de 2,4%, a US$ 58,76.

Trata-se da segunda redução seguida. No comparativo com o dia 27 de outubro, a queda é de 23,8%. Nas bombas, entretanto, a queda no período foi de menos de 2%, segundo dados da ANP.

Na semana passada, o preço médio do disel nos postos do país ficou caiu apenas 0,4%, para R$ 3,65. No ano, a a alta acumulada é de 9,8%.

Com informações do G1

Notícias Relacionadas

Procon autua posto de combustíveis por preço abusivo em Criciúma

Operação irá fiscalizar 40 estabelecimentos do município, três já foram autuados.

Petroleiros deflagram greve de 72 horas a partir de quarta-feira

Suspeito de furto sobrevive ao cair de telhado de empresa em Tubarão

Vítima foi encontrada pelo proprietário da empresa. Segundo informações, indivíduo estava com hálito alcoólico.

Com Selic em queda, poupança pode passar a render menos que a inflação

Isso pode acontecer porque os rendimentos da poupança são 70% da Selic, mais a Taxa Referencial (TR), que está zerada.